Palmeiras sonha com Enílton para 2006

A diretoria do Palmeiras continua montando seu supertime de veteranos para 2006. Depois de acertar com Edmundo (34 anos) e Paulo Baier (32), o Verdão sonda agora o atacante Enílton, que já rodou o mundo e hoje, aos 28, está no Juventude. Ele se juntaria a ?trintões? como Marcos (32), Gamarra (34), Daniel (32) e Juninho (32).O diretor de futebol Salvador Hugo Palaia nega ter procurado Enílton. Mas diretores do Juventude e o empresário do jogador confirmaram o contato. O atacante, que já jogou na Suíça e no México, deixa o Juventude em dezembro e tem também uma oferta do Japão. A diretoria do Verdão pretende apresentar todos os seus reforços semana que vem. Até lá, a concentração é total no jogo de domingo, contra o Fluminense, no Palestra Itália lotado ? todos os 28 mil ingressos já foram vendidos.O técnico Leão terá força máxima. Mas faz mistério. Diz que só divulgará a escalação momentos antes do jogo. Nesta sexta, por causa da chuva, os jogadores tiveram de treinar no ginásio do CT, e não no campo. Por isso, Leão não pôde fazer o coletivo que pretendia.Na quinta-feira, ele havia armado a equipe de forma bem ofensiva, com Marcinho Guerreiro, Corrêa, Juninho e Marcinho no meio-de-campo, além dos centroavantes Gioino e Washington. Mas dificilmente Leão deverá começar o jogo com essa formação. O mais provável é que escale o time com apenas um centroavante (Gioino deve ficar no banco) e mais um meia de armação ? Cristian ou Diego Souza.Apesar de ressaltarem a qualidade do Fluminense, os palmeirenses se dizem confiantes na classificação à Libertadores. Se conseguirem, enfrentarão o Táchira, da Venezuela, no torneio qualificatório. O sorteio foi realizado na sede da Conmebol, no Paraguai, na quinta. O diretor Alberto Strufaldi, que representava o Verdão, passou mal e teve de ser atendido pelo médico Jorge Kalil, que representava o Corinthians. Strufaldi está internado num hospital de Assunção.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.