Amanda Perobelli / Reuters
Amanda Perobelli / Reuters

Palmeiras supera o Athletico-PR e encerra sequência de três derrotas no Brasileirão

Luan e Rony marcam na vitória por 2 a 1, neste sábado, no Allianz Parque; Bissoli fez para os paranaenses

Marcius Azevedo, O Estado de S.Paulo

28 de agosto de 2021 | 22h57

O Palmeiras encerrou uma sequência negativa de três derrotas no Campeonato Brasileiro. Neste sábado, no Allianz Parque, o time do técnico Abel Ferreira sofreu um pouco como nos últimos jogos, mas conseguiu derrotar o Athletico-PR por 2 a 1 para se manter na segunda colocação.

A equipe alviverde, que vinha de derrotas para Fortaleza, Atlético-MG e Cuiabá, agora soma 35 pontos e está três atrás do líder Atlético-MG, que entra em campo neste domingo para enfrentar o Red Bull Bragantino, em Bragança Paulista. A equipe paranaense alcançou o quinto jogo sem vitória, estacionou nos 23 pontos e está em nono. 

O Palmeiras começou o jogo sem afobação. Com duas mudanças no ataque em relação ao jogo com o Cuiabá, o time foi ganhando terreno até conseguir abrir o placar. A primeira boa chance surgiu em uma finalização de Raphael Veiga, que parou em defesa de Santos. O gol saiu pouco depois, em cobrança de escanteio. Mesmo cercado por três marcadores, Luan tocou de cabeça no ângulo, sem chance para o goleiro do Athletico-PR.

Com vantagem no placar, o Palmeiras recuou suas peças e se posicionou para atrair o Athletico-PR para uma armadilha. Quase deu certo ainda no primeiro tempo, sempre com Dudu na criação das jogadas. O problema era que Willian, uma das novidades de Abel no ataque, falhou na finalização pelo menos duas vezes. 

Para o segundo tempo, o Athletico-PR, que teve um gol anulado por toque de mão de Terans nos instantes finais da etapa inicial, voltou mais ofensivo, com o atacante Carlos Eduardo no lugar do meio-campista Christian. A equipe paranaense cresceu na partida.

Abel ainda modificou todo o ataque para dar uma resposta, mas não deu tempo para surtir efeito. O empate foi inevitável. Terans fez fila e rolou para Bissoli. O atacante, que poucos minutos antes havia finalizado de maneira bisonha, acertou chute perfeito da entrada da área, com força, sem chance para Weverton.

As mudanças do treinador do Palmeiras, no entanto, foram responsáveis pela retomada no placar. Breno Lopes, Deyverson e Rony criaram o lance que terminou com finalização do atacante ex-Athletico-PR. O jogador preferiu não comemorar justamente pelo passado da equipe paraense.

Nos minutos finais, o Palmeiras recuou e, apesar da pressão do Athletico-PR, conseguiu segurar o importante resultado.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS 2 X 1 ATHLETICO-PR

PALMEIRAS - Weverton; Marcos Rocha, Luan, Gustavo Gómez e Piquerez; Danilo, Zé Rafael (Patrick de Paula) e Dudu (Felipe Melo); Raphael Veiga (Rony), Gabriel Veron (Breno Lopes) e Willian (Deyverson). Técnico: Abel Ferreira.

ATHLETICO-PR - Santos; Marcinho, Pedro Henrique, Zé Ivaldo e Abner; Richard (Erick), Christian (Carlos Eduardo) e Léo Citadini; Terans, Jader (Pedro Rocha) e Bissoli (Renato Kayzer). Técnico: António Oliveira.

GOLS - Luan, aos 22 minutos do 1ºT; Bissoli, aos 20, e Rony, aos 26 minutos, do 2ºT.

ÁRBITRO - Leandro Vuaden (RS)

CARTÕES AMARELOS - Zé Rafael, Deyverson, Felipe Melo.

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.