Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Palmeiras supera o Bragantino fora de casa e mantém os 100% no Paulistão

Keno entra no lugar de Borja no segundo tempo e abre caminho para vitória alviverde por 2 a 0

Dani Arruda, especial para O Estado de S. Paulo

28 Janeiro 2018 | 19h05

O Palmeiras manteve 100% de aproveitamento no Campeonato Paulista. Na tarde deste domingo, em Bragança Paulista, derrotou o Bragantino po 2 a 0, chegou à quarta vitória consecutiva, e soma 12 pontos na liderança isolada do Grupo C. Keno e Dudu marcaram os gols, ambos no segundo tempo.

+ TEMPO REAL - Bragantino 0 x 2 Palmeiras

+ TABELA - Classificação completa do Paulistão

Na próxima rodada o Palmeiras recebe o Santos, domingo, às 17h, no Allianz Parque. O Bragantino, que perdeu o segundo jogo seguido, vai a Campinas enfrentar o Red Bull, sábado, às 19h, no estádio Moisés Lucarelli. 

O Palmeiras mereceu melhor sorte no primeiro tempo. Empurrou o Bragantino para o seu campo de defesa, teve o controle do jogo com quase 80% de posse de bola, mas não conseguiu criar boas chances quando esteve próximo ao gol do adversário. Apresentou grande volume de jogo, mas faltaram as conclusões.

Encolhida no seu campo, a equipe de Bragança Paulista se defendeu bem e congestionou os espaços próximos da sua área. Mas faltou ao time de Marcelo Veiga segurar mais a bola no campo de ataque para tentar criar as suas oportunidades. 

 

A melhor chance palmeirense na primeira etapa aconteceu aos 36 minutos. Borja recebeu ótimo lançamento de Lucas Lima pelo alto, invadiu a área, dividiu com o zagueiro, mas no momento da conclusão, desequilibrado, chutou fraco de perna esquerda, permitindo a defesa de Alex Alves.  

Nos minutos finais o Bragantino equilibrou o jogo e saiu mais ao ataque. Sem a posse, a melhor oportunidade veio através da bola parada. Aos 42 minutos, após cobrança de falta na área, Antônio Carlos desviou contra o gol palmeirense e a bola passou com perigo sobre o travessão de Jailson.

No início do segundo tempo, o técnico Roger Machado trocou Borja por Keno e, na primeira vez em que tocou na bola, o atacante balançou as redes e abriu o placar aos 18 minutos. Michel Bastos cruzou da esquerda e Keno completou de primeira dentro da área. O zagueiro Guilherme Mattis, quase sobre a linha, não conseguiu evitar o gol palmeirense.

Em vantagem no placar o Palmeiras aproveitou o momento de desequilíbrio do Bragantino e ampliou. Aos 26 minutos, Dudu recebeu lançamento longo de Felipe Melo, avançou pela esquerda, entrou na área e chutou no ângulo esquerdo do goleiro Alex Alves.

O segundo gol desmontou o Bragantino. Sem forças para reagir, o time do interior não levou mais perigo ao gol de Jaílson. O Palmeiras controlou a partida, tocou a bola, envolveu o adversário no seu campo de ataque e esperou pela oportunidade para marcar o terceiro gol, o que acabou não acontecendo.

FICHA TÉCNICA

BRAGANTINO 0 x 2 PALMEIRAS

GOLS: Keno, aos 18; Dudu, aos 26 minutos do 2º tempo. 

BRAGANTINO: Alex Alves; Ewerton, Lázaro, Guilherme Mattis e Fabiano; Evandro, Adenilson (Diego Macedo), Vitinho (Rafael Silva) e Gerley (Hélton Luiz); Léo Jaime e Matheus Peixoto. Técnico: Marcelo Veiga

PALMEIRAS: Jailson; Marcos Rocha, Antônio Carlos, Thiago Martins e Michel Bastos; Felipe Melo, Tchê Tchê (Moisés) e Lucas Lima; Willian, Borja (Keno) e Dudu (Guerra). Técnico: Róger Machado.

JUIZ: Vinicius Gonçalves Dias Araújo.

CARTÕES AMARELOS: Ewerton, Lázaro e  Adenilson.

LOCAL: Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Mais conteúdo sobre:
Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.