Palmeiras tenta eliminar jogo de volta na Copa do Brasil

Time enfrenta Sampaio Corrêa com time 100% reserva

DANIEL BATISTA, Estadão Conteúdo

29 de abril de 2015 | 07h05

Enquanto os titulares ficaram em São Paulo treinando para domingo, quando acontecerá o segundo jogo da final do Campeonato Paulista, diante do Santos, na Vila Belmiro, os reservas do Palmeiras ganham oportunidade nesta quarta-feira. A equipe alviverde visita o Sampaio Corrêa, em São Luis, no Maranhão, pela segunda fase da Copa do Brasil. O confronto está marcado para começar às 22 horas.

A intenção do técnico Oswaldo de Oliveira é tentar eliminar o jogo da volta - vencendo por dois gols de diferença, pelo menos - ou conseguir um resultado que seja facilmente administrável no confronto da volta. Será a chance de ver Gabriel Jesus como titular pela primeira vez. Já Ayrton ganha a primeira chance na temporada e o goleiro Jailson faz sua estreia em jogos oficiais pelo Palmeiras. Outros atletas, como Tobio, podem mostrar serviço.

No Sampaio Correa, a missão é aproveitar que o time alviverde está com reserva e conseguir um bom placar em São Luis. Um dos destaques do time é o atacante Robert, que defendeu a equipe palmeirense entre 2009 e 2010. Focado na final do Paulistão, Oswaldo de Oliveira relacionou 20 jogadores para este duelo diante do Sampaio Corrêa. Além de Ayrton, o volante Julen, o meia Juninho e o atacante Gabriel Leite são outras novidades chamadas para o confronto. Os três últimos são da base do clube, enquanto Ayrton aguarda uma chance no grupo principal. Ele foi contratado junto ao Coritiba em 2013. Neste ano só jogou dois amistosos.

Entre os jogadores da base, Julen foi vice-campeão brasileiro sub-20 pelo Palmeiras em 2013. Juninho e Gabriel Leite já treinaram com o profissional, principalmente durante a passagem do treinador argentino Ricardo Gareca pela equipe, no ano passado. O meia já estreou entre os profissionais, em clássico com o Santos, no Brasileirão de 2014. Gabriel Leite foi um dos destaques da equipe na Copa São Paulo de Juniores.

Com a cabeça na finalíssima do Paulistão, o Palmeiras assim chegará com o time descansado na Vila Belmiro para encarar o Santos. Por ter vencido por 1 a 0, terá a vantagem de atuar por um empate para ficar com a taça. Já um triunfo por dois ou mais gols nesta quarta será importante para dar mais fôlego ao time para a continuidade da temporada. Após fechar sua campanha no torneio estadual, o time palmeirense irá estrear no Brasileirão no dia 9 de maio, contra o Atlético-MG, no Allianz Parque.

Notícias relacionadas

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.