Palmeiras tenta esquecer arbitragem antes de semifinal

O Palmeiras tenta se esquecer da arbitragem para o desafio de quinta-feira contra o Grêmio, na Arena Barueri, pelo segundo jogo da semifinal da Copa do Brasil. Apenas tenta, porque tem sido difícil apagar os erros que têm acontecido contra o time, na opinião do elenco.

DANIEL AKSTEIN BATISTA, Agência Estado

19 de junho de 2012 | 12h43

"Não só nós jogadores, mas também vocês da imprensa estão vendo as várias falhas dos árbitros, nos prejudicando", reclamou Cicinho. "Mas temos que parar de criticar, porque está cansando a gente também", disse. "Precisamos fazer apenas nosso trabalho em campo.

Na segunda-feira, a CBF definiu o trio de arbitragem para a partida decisiva do Palmeiras contra o Grêmio. O mineiro Ricardo Marques Ribeiro será assistido por Marcio Eustáquio Santos e Guilherme Dias Camilo, também de Minas.

Para o zagueiro Maurício Ramos, o grupo nem deveria comentar sobre esse assunto. "Jogador falar de arbitragem é complicado, temos de deixar isso pra diretoria".

No último domingo, Felipão saiu de campo bastante irritado com a árbitro que apitou o jogo contra o Vasco, em Barueri, no empate por 1 a 1 pelo Campeonato Brasileiro. A maior reclamação do treinador foi num pênalti não marcado em cima de Barcos.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasarbitragem

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.