Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras tenta fazer valer favoritismo sobre o América-MG no jogo de ida da semi

Equipes se enfrentam nesta quarta-feira, às 21h30, no Allianz Parque

Sergio Neto, Especial para o Estadão

23 de dezembro de 2020 | 05h00

Palmeiras e América-MG medem forças pela primeira vez neste ano para ficarem mais perto de um título nacional. As duas equipes continuam a caminhada rumo à taça da Copa do Brasil nesta quarta-feira, às 21h30 (horário de Brasília), no Allianz Parque. Favorito, o time alviverde quer aproveitar o mando de campo para construir vantagem confortável pensando no jogo de volta.

Comandada pelo português Abel Ferreira, a equipe paulista segue em busca da sua 4ª taça da competição nacional e tenta fazer valer seu favoritismo sobre os mineiros, ainda mais jogando em seu estádio. Além disso, o ataque deverá ser reforçado com Rony, que foi poupado diante do Internacional. Luiz Adriano também pode ser novidade, já que participou de todo o trabalho de campo da equipe.

Para o primeiro duelo da semifinal, Abel Ferreira já tem em mente o que quer da equipe. O treinador orientou seus jogadores em busca de jogadas verticais e quebra de linha adversária, criando espaços e oportunidades de gol. O Palmeiras treinou tanto visando a saída de bola e transição rápida para o ataque, como a pressão sobre os defensores rivais.

Se de um lado o Palmeiras pode ter tido um caminho “tranquilo”, o mesmo não pode ser dito do América-MG. Afinal, os comandados de Lisca tiveram de passar por adversários já tradicionais e campeões da Copa do Brasil, como o Corinthians, nas oitavas, e o Internacional, nas quartas. Superar o rival alviverde pode ser complicado, mas mostra o potencial do time mineiro.

Sob o comando de seu irreverente treinador, o América tenta mostrar que não está entre os quatro finalistas à toa. Um resultado ruim, mesmo que sendo a derrota, não desanima os jogadores mineiros, que prometem endurecer a partida de volta, no estádio do Independência, em Minas Gerais.

Na Copa do Brasil, o time conquistou duas vitórias fora de casa, tanto na Neo Química Arena, como no Beira-Rio. Para repetir a história no Allianz Parque, Lisca aposta suas fichas na organização tática da equipe, além de explorar contra-ataques velozes e rápidas recomposições em momentos sem bola.

Atualmente, na Série B do Brasileirão, o América-MG ocupa a vice-liderança com 57 pontos, atrás por apenas dois da líder Chapecoense, o que pode dar certo ânimo para o compromisso em São Paulo. A equipe vem de cinco jogos sem perder, sendo apenas um empate, justamente contra o rival de Santa Catarina.

Os primeiros confrontos das semis da Copa do Brasil acontecem nesta quarta-feira. As partidas de volta estão marcadas para o dia 30. Quem passar de Palmeiras x América-MG tem pela frente o vencedor do duelo entre São Paulo e Grêmio.

DESFALQUE CERTO

O América-MG não poderá contar com o Léo Passos nos dois compromissos com o Palmeiras. Isto porque o atacante de 21 anos, que pertence ao alviverde paulista, está emprestado aos mineiros até dezembro de 2022, data em que também termina seu acordo com a equipe da Barra Funda.

O contrato firmado tem cláusula que diz que Léo Passos não poderia enfrentar o Palmeiras estando no América. Caso fosse escalado, o clube mineiro estaria sujeito a pagar R$ 500 mil, o que também estava previsto no acordo.

FICHA TÉCNICA:

PALMEIRAS - Weverton; Gabriel Menino, Luan, Gustavo Gómez e Viña; Danilo, Zé Rafael e Raphael Veiga; Gustavo Scarpa, Gabriel Veron e Rony. Técnico: Abel Ferreira.

AMÉRICA-MG - Matheus Cavichioli; Diego, Messias, Anderson e João Paulo; Juninho, Flávio e Geovane; Felipe Azevedo, Ademir e Rodolfo. Técnico: Lisca.

ÁRBITRO - Leandro Pedro Vuaden, do Rio Grande do Sul.

HORÁRIO - 21h30 (horário de Brasília).

LOCAL - Allianz Parque, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.