José Patricio/Estadão
José Patricio/Estadão

Palmeiras tenta novo empréstimo de graça e Serginho deixa o clube

Meia volta para o Oeste enquanto negocia transferência para outro time

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

19 de maio de 2014 | 16h17

SÃO PAULO - O meia Serginho não veste mais a camisa do Palmeiras. Nesta segunda-feira, a diretoria se reuniu com o vice-presidente financeiro do clube do Oeste, Aparecido Roberto de Freitas, o Cidão, dono dos direitos federativos do atleta, e ficou resolvido que ele deixa o clube, com quem tinha contrato até o fim deste mês. Segundo o empresário, a saída se dá pelo fato do time alviverde tentar um novo empréstimo de graça. 

"Ele não fica. O Palmeiras fez uma nova oferta de empréstimo, mas queria mantê-lo no time de graça. Apostamos muito no garoto e entendemos que não seria um bom negócio ele ficar nessas condições. Queremos vender ou emprestar por alguma quantia financeira", avisou Cidão, em entrevista ao Estado.

Segundo o agente, Serginho tem propostas de outros clubes da Série A. "Já estamos conversando com outras equipes. Têm uns quatro ou cinco clubes que nos procuraram interessados nele. São times da Série A, porque se fosse da Série B, ele ficaria no Oeste mesmo e jogaria por nós", explicou. 

 

Enquanto não define seu futuro, Serginho vai treinar no Oeste, com quem tem contrato até 2016 e nesta segunda-feira já deve trabalhar em Itápolis. "Ele queria continuar, claro. Mas não deu certo. Acreditamos que vamos conseguir coisas boas para ele", lamentou Cidão. 

Serginho foi contratado em abril do ano passado, fez 29 gols e marcou cinco gols. O jogador de 23 anos, se destacou pela versatilidade, já que atuou no meio, no ataque e até na lateral-direita. 

 

O elenco do Palmeiras está de folga nesta segunda-feira e só volta aos treinos na terça-feira, na Academia de Futebol.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.