Palmeiras tenta superação contra o Avaí

Combalido por contusões inesperadas, o Palmeiras tem um teste importante na partida contra o Avaí, neste sábado, às 21h40, em Florianópolis. O técnico Jair Picerni vai colocar em ação uma nova composição de meio-de-campo por causa dos problemas com os volantes Alceu, que sofreu cirurgia no joelho, e Magrão, contundido na coxa esquerda. Dois reservas importantes também estão fora: o meia Pedrinho está recuperado de lesão na coxa esquerda, mas foi poupado pela comissão técnica, enquanto o goleiro Sérgio reclama de tendinite no tornozelo direito.A saída de Alceu - que só volta no ano que vem - foi sentida uma vez que ele havia participado de todos os jogos do Palmeiras. Depois de alguns testes, o técnico optou por Correia para substituí-lo. Mas o que realmente muda a equipe é a presença de Elson no lugar de Magrão que, como observa Picerni, "é mais de frente do que de marcação", o que exige nova postura dos volantes.Marcinho, que volta depois de cumprir suspensão, acha que a saída de Alceu complica. "Estava acostumado com ele, que reveza na função de volante e terceiro zagueiro. Espero conseguir me entrosar com o Correia."Depois de muito sofrer nas jogadas de bola aérea, Picerni resolveu mudar o posicionamento da defesa. Serão dois atletas na área e dois mais afastados, reforçando mais a marcação em cima dos jogadores que vêm de trás. "Espero que com isso paremos de tomar gols bobos", observou Elson. O time tem vários jogadores pendurados com dois cartões amarelos: além de Alceu e Pedrinho, Elson, Lúcio, Baiano, Vágner e Daniel. O atacante Muñoz recebeu o terceiro e está fora do jogo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.