JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Palmeiras traça meta de 66 pontos e revela ansiedade para garantir acesso

Time tem 49 pontos e se aproxima de objetivo projetado para o Brasileiro da Série B

Ciro Campos, O Estado de S. Paulo

17 de setembro de 2013 | 07h35

SÃO PAULO - O Palmeiras estipulou em 66 pontos a meta necessária para garantir matematicamente o acesso à Série A de 2014. Líder da Série B com 49 pontos e ainda com 16 jogos a disputar, o time que enfrenta nesta terça-feira o Avaí luta contra a ansiedade e a acomodação.

Desde 2006 a Série B é disputada no atual formato, com 20 clubes em turno e returno, e nas sete edições anteriores a pontuação média do último time classificado no G-4 é ainda menor: 63 pontos. "De uma certa maneira já há uma ansiedade, todos ficam apreensivos, mas temos que manter a tranquilidade", confessou o atacante Leandro.

No jogo desta terça-feira a missão pode ficar ainda mais curta, pois o adversário, Avaí, é o sexto colocado, com os mesmos 34 pontos do quinto, o Sport. Ou seja, derrotar uma equipe que está às portas do G-4 pode fazer o Palmeiras ficar ainda mais perto de confirmar o acesso. Atualmente a equipe do técnico Gilson Kleina está há 15 pontos de diferença do primeiro time fora do bloco dos quatro primeiros.

"Conseguimos abrir uma boa vantagem em um campeonato que é equilibrado. Isso não nos deixa perder o ritmo", explicou Leandro, que nesta terça-feira terá a companhia de Vinícius no ataque. Alan Kardec, artilheiro do time na Série B com nove gols, cumpre suspensão por ter sido expuls contra o América-MG.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolPalmeirasSérie B

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.