Cesar Greco/ Palmeiras
Cesar Greco/ Palmeiras

Palmeiras treina em gramado sintético de olho em jogo no seu estádio

Escolha foi para ajudar na readaptação a esse tipo de piso, o mesmo do Allianz Parque, palco da partida de domingo contra o Água Santa

Redação, Estadao Conteudo

24 de julho de 2020 | 21h43

Em preparação para o seu último compromisso na primeira fase do Campeonato Paulista, o Palmeiras treinou nesta sexta-feira no campo com grama sintética da Academia de Futebol. A escolha foi para ajudar na readaptação a esse tipo de piso, o mesmo do Allianz Parque, palco da partida de domingo contra o Água Santa.

Foi lá que o técnico Vanderlei Luxemburgo comandou um trabalho tático, com dois times de 11 jogadores. Na atividade, o treinador buscou aprimorar saídas de bola, marcações, jogadas específicas, jogo aéreo, além de corrigir erros cometidos na derrota da última quarta-feira contra o Corinthians.

Além disso, os atletas com os menores níveis de fadiga ainda fizeram um trabalho técnico com dimensões reduzidas, enquanto outros aperfeiçoaram finalizações e cobranças de faltas e pênaltis.

Suspenso no clássico, o lateral-direito Marcos Rocha treinou e pode ser uma das novidades da escalação palmeirense contra o Água Santa. Já o lateral-esquerdo Viña, substituído contra o Corinthians após uma concussão e um corte na cabeça devido ao choque com o companheiro Patrick de Paula, ficou em observação em um hospital durante 24 horas, recebeu alta e se reapresentou para retomar as atividades, mas não atuará no fim de semana, tendo a sua vaga ocupada por Diogo Barbosa.

E o Palmeiras deve entrar em campo com: Weverton; Gabriel Menino, Felipe Melo, Vitor Hugo e Diogo Barbosa; Patrick de Paula, Bruno Henrique e Lucas Lima; Rony, Willian e Luiz Adriano.

O Palmeiras encerra a preparação para o duelo neste sábado, às 10h. O time já está classificado às quartas de final do torneio estadual e briga com o Santo André pela liderança do Grupo B. Para isso, é preciso vencer o Água Santa e a equipe do ABC não derrotar o Ituano em partida no Canindé.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.