Palmeiras unido para Vágner ser artilheiro

A diretoria do Palmeiras e os jogadores firmaram pacto por Vágner. Os dirigentes farão acordo para segurar o atacante no clube até, pelo menos, a Olimpíada de Atenas, em setembro. Com 19 anos, o artilheiro da equipe na Série B, com 17 gols, sonha em defender o País. E os companheiros querem torná-lo o principal goleador da competição ? Valdomiro, do Remo, anotou 18 gols ? na última partida da equipe, sábado, contra o Botafogo. ?Já temos uma espécie de acordo firmado com a diretoria do Palmeiras para manter o Vágner no clube em 2004?, informou a assessoria de Claudio Guadano, procurador do jogador. ?A não ser que venha alguém com um caminhão de dinheiro.? O atacante foi sondado por empresários da Alemanha, Espanha, Coréia do Sul e do Japão. ?Muitos observadores e nenhuma proposta.? Vágner não pôde nem comentar sobre possíveis transferências pois passou mal nesta terça-feira após o treino. Sentiu náuseas. Enquanto era diagnosticado, seus parceiros Lúcio e Edmílson revelavam um pacto para torná-lo o goleador da Série B. ?Ele ajudou muito, mostrou qualidade e tem de sair com a artilharia?, disse Lúcio, que aguarda contato da diretoria para renovação de contrato. ?Tenho muito para dar ao Palmeiras ainda, quero contrato de três anos?, afirmou. ?Só que se não renovar até 31 de dezembro, estarei desempregado.? ?Temos o melhor ataque, defesa menos vazada e o título, só falta o artilheiro?, observa Edmilson. ?E o Vágner será. Se a bola sobrar para mim e ele estiver do lado, vou dar-lhe o gol.? Ingressos ? Muitos torcedores foram ao Palestra Itália atrás de ingresso. Mas a venda começa só nesta quarta, às 13 horas. O clube ainda fazia reformas no estádio nesta terça-feira para atender às exigências do Estatuto do Torcedor.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.