Palmeiras vacila e cede empate para a Portuguesa no Canindé

Time de Vanderlei Luxemburgo vencia por dois gols de diferença, mas ficou no 2 a 2 pelo Campeonato Paulista

Rafael Vergueiro, estadao.com.br

21 de fevereiro de 2009 | 17h59

SÃO PAULO - O Palmeiras vacilou na tarde deste sábado e tropeçou pela primeira vez no Campeonato Paulista. A equipe, que tinha 100% de aproveitamento na competição estadual, chegou a estar vencendo a Portuguesa por dois gols de diferença no Canindé, mas permitiu a reação do adversário e ficou no 2 a 2, em confronto válido pela nona rodada do campeonato. Veja também:Palmeiras: Keirrison faz dois gols e extravasa no CanindéPara Luxemburgo, Palmeiras ainda busca maturidade Ouça os gols no Território Eldorado Paulistão 2009 - Tabela e classificação Dê seu palpite no Bolão Vip do Limão Apesar de não ter conseguido triunfar novamente, o alviverde segue na liderança do Paulistão 2009, com 22 pontos, um a mais do que o vice-líder Corinthians. O clube do Palestra Itália, no entanto, ainda tem um jogo a menos do que o rival.Já a Portuguesa segue na luta para ficar entre os quatro primeiros, na zona de classificação para as semifinais do torneio. Com 15 pontos, o time está na quarta posição.Na tarde deste sábado, após um primeiro tempo fraco, com poucas chances para os dois lados, o Palmeiras, que entrou em campo com força máxima, voltou para a etapa final mais ligado no jogo. Aí mais uma vez brilho a estrela do jovem Keirrison.Aos 8 minutos, a zaga dos mandantes deu uma brecha que gerou o primeiro gol. Em lance rápido, Williams se aproximou a área e foi atingido pelo goleiro Fábio. O árbitro Sálvio Spinola Fagundes Filho marcou pênalti, mas os jogadores da Portuguesa reclamaram que o lance aconteceu fora da área. Após a polêmica, Keirrison bateu bem e inaugurou o marcador.A vantagem no placar deu mais tranquilidade aos visitantes, que passaram a atuar mais soltou e a criar boas oportunidades de gol. Com isso, as redes não demoraram a balançar outra vez no Canindé.Aos 14 minutos, a defesa da Portuguesa vacilou e deixou Keirrison na cara do gol. Com categoria, ele se livrou do goleiro e só rolou a bola para as redes. Com o gol, ele se igualou a Pedrão, do Barueri, na artilharia do campeonato. Agora, ambos tem sete gols.Portuguesa2Fábio    ; César Prates    , Bruno Rodrigo, Ediglê e Athirson; Erick, Alex Bruno, Marco Antônio     e Preto (Felipe Gabriel); Edno e Christian (Héverton)Técnico: Mário SérgioPalmeiras2Marcos; Danilo    , Edmílson e Maurício Ramos; Fabinho Capixaba    , Pierre      (Lenny), Cleiton Xavier, Diego Souza     (Marquinhos) e Armero; Willians (Evandro) e Keirrison    Técnico: Muricy RamalhoGols: Keirrison, aos 8 (pênalti) e aos 14, Edno, aos 21, e Christian, aos 30 minutos do segundo tempoÁrbitro: Sálvio Spinola Fagundes FilhoRenda: R$ 221.334,00Público: 9.762 pagantesEstádio: Canindé, em São Paulo (SP)TUDO MUDAQuando parecia que a partida já estava decidida, veio a reação inesperada da Lusa. Aos 21 minutos, Christian invadiu a área e foi derrubado por Danilo, que deu um carrinho imprudente: pênalti. Com direito à paradinha, Edno deslocou Marcos e diminuiu.O gol animou de vez o time da casa, que partiu para cima do líder do Paulistão e deixou claro que o empate era apenas uma questão de tempo. E ele veio aos 30 minutos, com o artilheiro Christian. Em bola levantada para a grande área, ele subiu mais do que todo mundo e igualou o placar.Os palmeirenses pareciam não acreditar no que viam e só não levaram a virada aos 37 porque Felipe Gabriel, que havia entrado no lugar de Preto, desperdiçou uma oportunidade incrível. Em velocidade ele arrancou, invadiu e grande área e chegou a driblar o goleiro Marcos antes de arrematar para fora. Depois deste lance, as duas equipes se contentaram com o empate. NÃO DEUSem a vitória, o Palmeiras não consegue se recuperar do resultado negativo da última terça-feira, quando foi superado pela LDU por 3 a 2, na estreia da equipe na fase de grupos da Copa Libertadores 2009.Agora, com Luxemburgo exigindo foco total no Paulistão, o alviverde volta a jogar na próxima quarta-feira, às 21h50, quando vai até o ABC paulista encarar o São Caetano. No mesmo dia, às 19h30, a Portuguesa joga fora de casa contra o Mogi Mirim.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.