Werther Santana/Estadão
Werther Santana/Estadão

Palmeiras vai à luta por um ano melhor

Time estreia neste sábado contra o Linense e promete brigar por títulos com os outros grandes

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

18 de janeiro de 2014 | 04h58

SÃO PAULO - O Palmeiras versão 2014 começa o ano com uma formação bem parecida com a do ano passado, mas a promessa do técnico Gilson Kleina e de seus comandados é que nesta temporada – em que o clube comemora 100 anos e inaugurará seu novo estádio – o time jogará um futebol à altura de sua história e brigará por títulos com os outros grandes. E para começar com o pé direito, a ordem é vencer o Linense hoje à tarde no Pacaembu na abertura do Campeonato Paulista.

Em 2013 o Palmeiras ganhou a Série B, o que era considerado obrigação pela torcida e nem mereceu muita comemoração, e fracassou nas competições em que teve times da Série A pela frente. Foi assim no Paulistão (caiu nas quartas de final), na Copa do Brasil (eliminado pelo Atlético-PR nas oitavas de final, primeira fase que disputou por ter participado da Libertadores no primeiro semestre) e na Libertadores (caiu nas oitavas ao perder em casa para o Tijuana e não conseguiu fazer nenhum em quatro partidas que fez como visitante).

Ninguém começa o ano mais pressionado no clube do que Kleina. Após uma longa negociação para renovar contrato, ele terá de driblar a desconfiança de boa parte da torcida, que aprovou as contratações feitas mas ainda torce o nariz para o seu trabalho.

“Como disse o ano passado, é um prazer poder comandar a equipe no ano do centenário. Não vamos iniciar a preparação como a gente queria, mas estamos em um estágio mais avançado do que o clube esteve nos últimos anos e o mais importante é que todo mundo está ciente do que significa estar aqui no centenário”, disse o treinador.

No jogo de hoje, Kleina aposta na versatilidade de Marcelo Oliveira para poder mexer no esquema – se for necessário – sem precisar fazer substituições. Ele jogará no meio-campo, e dará ao técnico a chance de mudar o 4-4-2 para 3-5-2 ou 3-4-3 durante a partida.

O atacante Diogo é o único reforço que começará jogando. França e Rodolfo ficarão no banco e deverão entrar pelo menos por alguns minutos. Lúcio, Victorino, William Matheus e Marquinhos Gabriel ainda devem treinar por mais alguns dias.

Dos jogadores que já estavam no elenco, Eguren, Mendieta e Bruno Oliveira se recuperam de dores e não foram convocados, assim como Leandro e Valdivia, que precisam melhorar a condição física. O chileno não tem previsão para estrear.

“Ele vai manter o planejamento e monitoramento um pouco mais longo. Entendemos que os jogos iniciais são importantes, mas o Valdivia precisa se preparar bem para conseguir ter sequência”, disse Kleina.

O treinador decidiu improvisar Serginho na lateral-direita, deixando Wendel no banco. Ele terá liberdade para atacar, mas também vai precisar se preocupar com a marcação.

De volta do Japão, Mazinho começará jogando no meio-campo. Na opinião de Kleina ele teve um desempenho melhor do que o de Felipe Menezes nos treinos.

Para melhorar o caixa do clube, a diretoria acertou um novo patrocínio de camisa. A Minds Idiomas vai pagar R$ 2 milhões para estampar sua marca na parte do peito da camisa, entre o símbolo do clube e o da Adidas.

NOVELA BRUNO CÉSAR

O empresário do jogador, Marcos Casseb, se reuniu ontem com representantes do Palmeiras, mas a novela continua. O Al Ahli, da Arábia Saudita, quer dinheiro para negociar o meia, e a intenção do Palmeiras é conseguir o empréstimo de graça. Bruno César pretende atuar no Palmeiras. “É uma situação complicada e sem prazo para definição”, disse o agente.

PALMEIRAS X LINENSE

PALMEIRAS - Fernando Prass; Serginho, Tiago Alves, Henrique e Juninho; Marcelo Oliveira, Renato, Wesley e Mazinho; Diogo e Alan Kardec. Técnico: Gilson Kleina

LINENSE - Anderson; Gedeílson, Alex Moraes, Toby e João Lucas; Thiago Santos, Leandro Ferreira, Marcelo e Diniz; Fernandinho e Anselmo. Técnico: Bruno Quadros

Árbitro - Leandro Bizzio Marinho

Horário - 17 horas

TV - Pay-per-view

Local - Pacaembu, em São Paulo

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasCampeonato PaulistaFutebol

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.