Palmeiras vai jogar no ataque em Marília

O Palmeiras comemorou as declarações do treinador do Marília, Luiz Carlos Ferreira, de que seu time vai ao ataque na partida deste sábado, às 21h40, pelo quadrangular final da Série B do Campeonato Brasileiro. Isso porque o técnico Jair Picerni avisou que sua equipe também vai para frente com o objetivo de conseguir três pontos fora de casa, que podem deixar os palmeirenses muito próximos da primeira divisão."Acho que arriscar é uma qualidade", afirmou o técnico do Palmeiras, que diz não saber jogar na retranca. "Tem muita gente que primeiro pensa em não perder para depois ir para cima." O goleiro Marcos, capitão e líder do grupo, aprova a postura adotada por Picerni. "A gente não sabe jogar atrás. Toda a vez que a gente faz isso acaba tomando sufoco."O Palmeiras terá duas alterações no meio-de-campo. Saem os suspensos Elson e Adãozinho para a volta de Diego Souza e a entrada de Correia. Quanto às declarações de Luiz Carlos Ferreira de que o Marília vai ganhar os dois confrontos que terá contra o Palmeiras, o treinador não se abalou. "Problema dele. Cada um diz o que pensa", rebateu Picerni, que garante que seu time tem condições de "voar baixo" contra o adversário. Ele também disse que não condena a iniciativa de um colega para motivar o grupo que comanda, mas prefere a postura "zíper na boca".

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.