Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeiras vai sufocar o Ituano para ir à final

Para chegar a decisão, o que não ocorre desde 2008, time quer repetir o que fez contra o Bragantino

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

30 de março de 2014 | 07h27

SÃO PAULO - Diante do Bragantino, o Palmeiras mostrou que sabe muito bem o caminho das pedras para bater o Ituano neste domingo, no Pacaembu, e chegar na decisão do Paulistão. Basta se impor e não dar chances para a zebra aparecer.

Caso consiga a classificação, o Palmeiras volta a uma final de estadual após seis anos. Em 2008, comandado por Vanderlei Luxemburgo, o time enfrentou a Ponte Preta na decisão e sagrou-se campeão.

O adversário deste domingo tende a ser bem mais complicado do que o time de Bragança Paulista foi na quinta-feira. O Ituano tem a melhor defesa do campeonato – com 10 gols sofridos – e deu muito trabalho para equipe alviverde na primeira fase, quando foi derrotado por 1 a 0, em jogo que Fernando Prass saiu como destaque.

Para chegar à decisão, o Palmeiras deve contar com a força de sua torcida. A expectativa da comissão técnica é de que pelo menos 30 mil estejam no estádio gritando pelo time.

Em campo, Kleina avisou que não pretende fazer grandes invenções, mas que vai trazer mais surpresas, como aconteceu contra o Bragantino, quando colocou Wesley caindo mais pelas pontas e desmontou a defesa do time adversário. "Está dando gosto de ver o time jogar", resumiu o Juninho.

Após o jogo contra o Bragantino, Valdivia apareceu com o tornozelo direito inchado, por causa de pancadas recebidas na partida e chegou a ser colocado como dúvida. Mas sábado ele fez um teste no treino e vai para o jogo. Por outro lado, Wendel sofreu uma microlesão na coxa direita e está fora de combate.

Com isso, a tendência é que Tiago Alves seja deslocado para a lateral direita e Wellington ganhe nova oportunidade na zaga. O Palmeiras conta com seis jogadores pendurados, além de Wendel. Casos de Marcelo Oliveira, Valdivia, Bruno César, Mendieta, Eguren e Wellington.

SEM SER AZARÃO

No Ituano, o técnico Doriva adota mistério, mas deve promover apenas uma alteração em relação ao time que derrotou o Botafogo nas quartas. O volante Paulinho está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Caso Doriva opte por uma formação mais ofensiva, ele pode apostar no experiente Marcinho, ex-Palmeiras, Corinthians, entre outros. Caso decida manter o esquema tático, Claudinho aparece como primeira opção.

FICHA TÉCNICA

PALMEIRAS: Fernando Prass; Tiago Alves, Lúcio, Wellington e Juninho; Marcelo Oliveira, Wesley, Bruno César e Valdivia (Mendieta); Leandro e Alan Kardec

Técnico: Gilson Kleina

ITUANO: Vagner; Dick, Alemão, Anderson Salles e Dener; Josa, Jackson Caucaia, Claudinho e Cristian; Rafael Silva e Esquerdinha

Técnico: Doriva

JUIZ: Antonio Rogério Batista do Prado

LOCAL: Pacaembu

HORÁRIO: 18h30

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.