Ernesto Rodrigues/AE
Ernesto Rodrigues/AE

Palmeiras vai treinar em campo sintético do Nacional nesta quarta

Ideia é adaptar o elenco ao gramado do Estádio Caliente, palco do jogo contra o Tijuana, na próxima semana

Daniel Batista, Agência Estado

22 de abril de 2013 | 16h21

SÃO PAULO - O Palmeiras anunciou que vai realizar um treinamento nesta quarta-feira no campo do Nacional, time tradicional de São Paulo que tem sua sede na frente da Academia de Futebol, do outro lado da avenida Marquês de São Vicente. A intenção do técnico Gilson Kleina é adaptar o elenco ao gramado sintético que será encontrado no Estádio Caliente, na partida contra o Tijuana, no próximo dia 30 de abril, em confronto de ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O Corinthians teve essa dificuldade na fase de grupos. O time caiu diante do mesmo Tijuana por 1 a 0, muito por causa das condições diferentes do campo.

A condição do gramado é uma das maiores preocupações do Palmeiras para esta partida. Além disso, a longa viagem, que pode chegar a 17 horas de duração no total, também preocupa os membros da comissão técnica. No Nacional, na Nicolau Alayon, um dos gramados é de campo sintético.

A diretoria do Palmeiras chegou a cogitar dividir o elenco para que uma parte fosse antes para o México e não enfrentasse o Santos, na Vila Belmiro, neste sábado pelo Paulistão. Mas o clube não conseguiu voo para antes deste domingo, data em que toda a delegação viajará para o México. O Palmeiras deve ir direto para a Cidade do México e de lá pegar outro voo para Tijuana, com três ou quatro horas de espera de um voo para outro.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.