Petra Mafalda/Mafalda Press
Petra Mafalda/Mafalda Press

Marcelo Oliveira vê força do elenco em vitória com time misto

Técnico do Palmeiras elogia dedicação de reservas diante do Avaí

Daniel Batista, O Estado de S.Paulo

17 de outubro de 2015 | 21h05

O técnico Marcelo Oliveira resolveu poupar alguns jogadores do Palmeiras na partida contra o Avaí, neste sábado, e a tática acabou dando certo, já que a equipe venceu por 3 a 1 os catarinenses. Ao final da partida, o treinador fez questão de destacar a força do elenco e ressaltar a dedicação de seus atletas.

“Sempre valorizamos o grupo no dia a dia. Orientamos para preparar bem, porque em algum momento iríamos precisar trocar peças. Hoje foi um jogo constante e bem equilibrado do Palmeiras. Fiquei satisfeito com os jogadores e quem jogou foi o time do Palmeiras. Não teve time misto, isso é Palmeiras. Tivemos técnica, organização e alguma deficiência do entrosamento foi superada pela entrega dos atletas”, disse o treinador palmeirense.

O atacante Dudu, um dos titulares poupados, mas que entrou no decorrer da partida, elogiou a dedicação dos companheiros. “É boa essa oportunidade para todo mundo. Eles fizeram um grande jogo e a gente esperava, quando o Palmeiras montou o elenco, que era para contar com todo mundo e é bom ver que eles podem dar conta do recado quando for preciso.”

O treinador resolveu poupar alguns jogadores pelo fato do Palmeiras voltar a campo na próxima quarta-feira para enfrentar o Fluminense, no Maracanã, pela semifinal da Copa do Brasil. 

“A decisão de escalar um time diferente foi de comum acordo entre a comissão técnica e a diretoria. Tínhamos total confiança no elenco que entraria em campo e estamos satisfeitos pelo bom resultado”, disse o comandante palmeirense.

Na partida diante do Avaí, o volante Andrei Girotto recebeu o terceiro cartão amarelo e com isso não poderá enfrentar o Sport, sábado que vem, no estádio do Pacaembu. 

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasAvaíFutebolBrasileirão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.