Palmeiras vence 1ª batalha por Euller

O Palmeiras obteve a primeira vitória na luta para ter de volta o atacante Euller, que está sendo disputado pelo clube paulista e o Vasco. O presidente do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD), Luíz Zveiter, concedeu um mandado de garantia autorizando o Palmeiras a inscrever o jogador para a disputa da Taça Libertadores da América e impedindo o Vasco de inclui-lo na competição. A decisão tem caráter provisório, mas é um indício de que o Palmeiras deve recuperar o atacante.Zveiter tomou a decisão baseado no contrato de venda do passe do jogador ao clube carioca. Uma cláusula diz que Euller deve voltar ao Palmeiras por empréstimo no primeiro semestre. Ao ler o documento, o presidente do STJD constatou que o Palmeiras tinha razão na sua reivindicação. "Li o contrato e atendi todos os termos da medida cautelar", explicou.Agora, o advogado do Palmeiras, José Mauro do Couto Filho, vai tomar providências para recuperar Euller em definitivo. Para isso, existem três caminhos. Entrar com um aditamento à decisão de Zveiter para que seja concedida a transferência provisória do atacante para o clube paulista. No momento, o jogador está registrado como pertencente ao Vasco. Outra possibilidade é a Procuradoria do STJD entrar com uma denúncia disciplinar exigindo que seja concedida a liberação de Euller para o time paulista. "Assim, ele poderá atuar normalmente pelo Palmeiras", disse Couto, que também pode entrar com uma queixa disciplinar. Se nenhuma das duas alternativas se concretizar, Euller ficará impedido de jogar pelos dois clubes, porque estará inscrito em duas competições por clubes diferentes, o que não é permitido. "A situação empregatícia do jogador vai ficar indefinida", disse o advogado. A data limite para o problema ser resolvido é 8 de março, prazo final para inscrições da Libertadores. O advogado, porém, demonstra confiança em resolver o caso antes disso. Depois da decisão de Zveiter, a defesa do Vasco tem cinco dias úteis para recorrer da decisão. Após este prazo, a procuradoria analisará o processo e emitirá o parecer final. Apesar do mandado de garantia do STJD, o clube carioca, por enquanto, não está impedido de utilizar Euller na disputa do Campeonato Carioca.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.