Palmeiras vence de virada e garante vaga

O Palmeiras tomou um susto, mas conseguiu sair de Taguatinga com a vitória por 2 a 1 sobre o Brasiliense e garantiu a classificação antecipada para a fase final do Campeonato Brasileiro, junto com Marília e Botafogo, que empataram por 2 a 2 em Marília. Foi um jogo no qual valeu mais a vontade do que a técnica do time comandado por Jair Picerni. O início da partida não poderia ter sido mais desastroso. Logo aos 2 minutos o Brasiliense teve falta a seu favor. Iranildo cobrou, a bola resvalou em um jogador do time do Distrito Federal. Marcos foi pego no contrapé e o Palmeiras tomou o primeiro gol do jogo. E o sufoco não acabou por aí pois três minutos depois Iranildo quase ampliou. Depois do susto dos minutos iniciais, o Palmeiras conseguiu recuperar o autocontrole e começou, aos poucos, a avançar para o ataque. E o gol veio de onde menos se esperava pois o baixinho Adãozinho aproveitou escanteio de Elson e, de cabeça, enganou a defesa do Brasiliense e empatou a partida. No segundo tempo, o Palmeiras melhorou e aumentou o tempo de posse de bola. E logo aos 9 minutos o time teve uma grande oportunidade com Vágner, que entrou na área e, só não marcou por boa intervenção da defesa do Brasiliense. Mas o time de Vágner Benazzi também ofereceu perigo com Gílson Batata chutando de média distância aos 10 minutos. Com Vágner Love bastante marcado - o jogador sofreu uma seqüência de faltas - o recurso foi investir nos outros jogadores da equipe. E deu certo. Aos 19 minutos, Diego Souza recebeu bola na direita, avançou, chutou forte para o gol e virou o jogo a favor do Palmeiras. Mas nem tudo foi facilidade para o time de Jair Picerni. Aos 35 minutos, Daniel fez falta violenta e foi expulso. Para piorar, Elson sentiu contusão. Para resolver, o treinador colocou o zagueiro Gláuber no lugar do meia. Depois, Fábio Gomes entrou no lugar de Edmilson para fechar de vez o time.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.