Palmeiras vence Libertad por 1 a 0 e garante vaga nas oitavas

Diante de mais de 35 mil torcedores, equipe de Kleina sofreu, mas conseguiu manter o bom resultado

Demétrio Vecchioli, Agência Estado

11 de abril de 2013 | 21h13

SÃO PAULO - Nem a expulsão boba de Wesley, fazendo o time jogar com um a menos durante meia hora, impediu o

Depois de um primeiro tempo pouco produtivo, o Palmeiras voltou do intervalo impondo uma blitz. Tentou com Juninho (duas vezes) e com Marcelo Oliveira até fazer o gol com Charles. Wesley tentou de longe, fraco, mas Charles entrou no caminho da bola, dominou e bateu por baixo de Muñoz, abrindo o placar.

Mesmo em vantagem, o Palmeiras pressionava. Souza teve boa chance, mas Muñoz pegou. Mas aí Wesley fez falta em Romero, recebeu o segundo amarelo, e foi expulso. Com um a mais, os paraguaios tomaram coragem para jogar no ataque.

Na blitz paraguaia, a melhor oportunidade foi de Benítez, que cabeceou firme no chão. Fernando Prass fez grande defesa e garantiu a vitória.

PALMEIRAS 1 X 0 LIBERTAD (PAR)

PALMEIRAS - Fernando Prass; Maurício Ramos, Henrique e Marcelo Oliveira; Ayrton, Charles (Wendel), Márcio Araújo, Souza (Tiago Real), Wesley e Juninho; Vinícius (Caio). Técnico - Gilson Kleina.

LIBERTAD (PAR) - Muñoz; Moreira, Benítez, Benegas e Mencia (Gamarra); Mendieta, Guiñazu, Aquino e Samudio (González); Romero (Guevgeozián) e Nuñez. Técnico - Rubén Israel.

GOL - Charles, aos 7 minutos do segundo tempo.

ÁRBITRO - Daniel Fedorczuk (Uruguai).

CARTÕES AMARELOS - Henrique, Souza, Moreira, Guiñazu e Aquino.

CARTÃO VERMELHO - Wesley.

RENDA - R$ 1.324.545,00.

PÚBLICO - 33.912 pagantes.

LOCAL - Estádio do Pacaembu, em São Paulo.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.