Palmeiras vence o Paulista e segue vice-líder do Paulistão

Com a vitória por 2 a 0, time de Vanderlei Luxemburgo encosta no líder Guaratinguetá, com 31 pontos

Tercio David, estadao.com.br

22 de março de 2008 | 20h05

Sem maiores sustos, o Palmeiras venceu o Paulista neste sábado, pela 16.ª rodada do Campeonato Paulista, no Estádio Jayme Cintra, em Jundiaí. Com o resultado, o time de Vanderlei Luxemburgo garante por pelo menos mais uma rodada a vice-liderança do torneio, com os mesmos 31 pontos do líder Guaratinguetá, mas tem menos vitórias (9 a 10). Enquanto isto, a equipe do interior, que perdeu a terceira seguida, segue com 18 pontos, ameaçado pela turma da zona de rebaixamento.  Veja também: Classificação Calendário e resultados Luxemburgo admite favoritismo, mas pede calma  Alex Mineiro diz que já estava cansado das viradas  Ouça os gols da vitória do PalmeirasNa próxima rodada do Paulistão, o Palmeiras enfrenta a Portuguesa, no Palestra Itália, na quarta-feira. No mesmo dia, o Paulista enfrenta o Guarani, novamente em sua casa.RAPIDINHO PAULISTA0Adinam; Bruno Ribeiro (Marco Aurélio), Éverton, Réver e Eduardo; Jairo, Devas (Luis Carlos Capixaba), Tiago Fraga    , Ricardinho e Itaqui (Everton Costa); Neto Baiano    Técnico: Giba  PaLMEIRAS2Marcos; Élder Granja, Gustavo, Henrique e Leandro; Pierre, Léo Lima (Makelele), Diego Souza (Martinez) e Valdivia    ; Kleber (Denilson) e Alex Mineiro Técnico: Vanderlei Luxemburgo Gols: Alex Mineiro, aos 5, e Valdivia, aos 18 minutos do primeiro tempo.Árbitro: Eduardo César Coronado Coelho.Renda: R$ 264.230,00Público: 12.022 pagantesEstádio: Jayme Cintra, em Jundiaí (SP).Não deu nem tempo de o torcedor sofrer. O Palmeiras abriu o placar logo aos cinco minutos. Depois de bate-rebate na área do Paulista, a bola sobrou para Alex Mineiro, que cortou o marcado e bateu cruzado, sem chance para Adinam.Também sem demora, o Palmeiras chegou ao segundo gol antes da metade do primeiro tempo. Aos 18, Alex Mineiro fez boa enfiada na área para Valdivia, que passou entre dois zagueiros e tocou na saída de Adinam.SUSTONo segundo tempo, o Paulista voltou disposto a mostrar que a facilidade da primeira etapa não seria repetida. Aos, depois de uma cobrança de escanteio, Marcos falhou e Everton Costa marcou de cabeça. No entanto, o árbitro Eduardo César Coronado Coelho anulou, alegando uma falta de ataque no lance.Apesar de um susto ou outro no segundo tempo, o Palmeiras continuou melhor em campo. Aos 16, foi a vez de Leo Lima arriscar. Depois de uma bola roubada por Valdivia no meio, ele chutou bem e Adinam fez grande defesa. A bola ainda tocou no travessão antes de sair.

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasPaulistaPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.