José Patrício/AE
José Patrício/AE

Palmeiras vence, segue líder e rebaixa o Prudente no Campeonato Paulista

Com a vitória por 2 a 0, time abre quatro pontos para o vice-líder São Paulo, que ainda joga no domingo

FELIPE MENDES, Agência Estado

09 de abril de 2011 | 20h30

SÃO PAULO - Na volta do meia Valdivia, o Palmeiras faturou mais uma vitória na noite deste sábado e ficou mais perto de assegurar a primeira colocação da primeira fase do Campeonato Paulista. Jogando no Canindé, o líder da tabela derrotou o lanterna Prudente por 2 a 0. A vitória, porém, quase foi ofuscada por uma discussão envolvendo o chileno e o atacante Juan, seu companheiro de time, na metade do segundo tempo.

Faltando apenas uma rodada para o fim da fase de pontos corridos, o Palmeiras chegou aos 41 pontos e abriu quatro de vantagem sobre o vice-líder São Paulo. O time do Morumbi ainda jogará neste domingo, contra o Noroeste. Já o Prudente segue na última colocação, com apenas 14 pontos, e já está rebaixado.

Apesar da ameaça de queda, o Prudente entrou em campo motivado pela conquista da classificação às oitavas de final da Copa do Brasil, na quarta. O time do interior não se intimidou diante do líder e partiu para o ataque nos primeiros instantes do jogo. Foram três tentativas, sem maiores riscos, em menos de dois minutos. A postura do lanterna estimulou o Palmeiras e deixou o jogo movimentado desde os minutos iniciais.

Apesar das tentativas do Prudente, foi o time de Luiz Felipe Scolari que chegou com perigo pela primeira vez no jogo. Aos 7, Danilo cabeceou rente à trave esquerda de Márcio. Dez minutos depois, Lincoln arriscou uma bicicleta, sem marcação, e quase surpreendeu o goleiro. A bola passou por cima do travessão.

Melhor em campo, o Palmeiras não demorou para chegar ao gol. Aos 29 minutos, Thiago Heleno surpreendeu os zagueiros no primeiro pau e cabeceou para as redes, após escanteio de Marcos Assunção. O gol freou o ímpeto do Prudente, que pouco produziu até o final da etapa.

No segundo tempo, porém, os dois times voltaram a dar boa movimentação ao jogo. O Prudente recobrou a motivação, mas seguia com dificuldade para superar a sólida defesa palmeirense. Já os mandantes chegavam ao ataque sem maior esforço. Aos 9, Gabriel acertou belo chute de longe e exigiu grande defesa de Márcio.

Aos 17, Felipão decidiu mudar o time. E trocou Lincoln por Valdivia, que estava afastado dos gramados há um mês por conta de lesão. A alteração pouco alterou o ritmo do Palmeiras, que seguiu superior, com as melhores chances de gol. Aos 21, Luan fez boa jogada pela esquerda e enfiou para Adriano bater de bico na rede pelo lado de fora.

Três minutos depois, Valdivia levantou na área, em cobrança de falta, mas Thiago Heleno, sem marcação, desperdiçou a chance e cabeceou para fora. A jogada se repetiu aos 29. O chileno cruzou na área e contou com toque do zagueiro Douglas contra as próprias redes para aumentar a vantagem do Palmeiras no placar: 2 a 0.

Na sequência, o meia protagonizou uma discussão áspera com Luan na lateral-direita. Os próprios jogadores do Palmeiras intervieram para evitar uma possível expulsão dos dois atletas. Felipão não perdeu tempo e sacou Luan do time em seguida.

Após ofuscar o segundo gol com a discussão interna, Valdivia ainda acertou o travessão, aos 40. O Prudente criou duas boas chances de gol nos minutos finais, mas parou no goleiro Deola e na falta de pontaria dos seus atacantes.

Na próxima rodada, a última desta primeira fase, o Palmeiras tentará assegurar a primeira colocação diante da Ponte Preta, em Campinas, no domingo. No mesmo dia, o Prudente vai enfrentar o Americana, em casa.

PALMEIRAS - 2 - Deola; Márcio Araújo, Thiago Heleno, Danilo e Gabriel Silva; João Vítor, Marcos Assunção (Chico), Tinga e Lincoln (Valdivia); Luan (Max) e Adriano. Técnico: Luiz Felipe Scolari.

PRUDENTE - 0 - Márcio; Wanderson Cafu, Douglas Silva, Ednei e Raí; Anderson Pedra (Léo), Daniel, Saldanha e Elivelton (Alex Maranhão); Juan (Rhayner) e Eraldo. Técnico: Márcio Goiano.

Gols - Thiago Heleno, aos 29 minutos do primeiro tempo. Douglas Silva (contra), aos 29 minutos do segundo tempo; Cartões amarelos - Gabriel Silva, Thiago Heleno, Marcos Assunção (Palmeiras); Wanderson Cafu, Elivelton, Daniel, Douglas (Prudente); Árbitro - Flávio Rodrigues Guerra; Renda e público - Não disponíveis; Local - Estádio do Canindé, em São Paulo (SP).

Veja também:

PAULISTÃO - tabelaClassificação | listaResultados

especialCALENDÁRIO - O caminho de cada time

som ÁUDIO - Felipão evita comentar discussão entre Valdivia e Luan

som Estadão ESPN - Palmeiras 1x0 | Palmeiras 2x0

blog BLOG JT - Palmeiras, um time com padrão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.