Palmeiras vence Universidad de Chile

A estréia do Palmeiras na Libertadores poderia ter sido dramática, não fosse a presença do meia Lopes, que comandou a equipe na vitória por 2 a 1 sobre o Universidad de Chile, nesta quinta-feira, no Palestra Itália. Em sua segunda partida após suspensão de quatro meses por doping, o meia marcou os dois gols palmeirenses. Graças a ele, o Palmeiras, que era dirigido pela primeira vez pelo técnico Celso Roth, superou os muitos erros que apresentou na partida, válida pelo grupo 2 da competição.O próximo adversário do Palmeiras na competição será o Cerro Porteño, no dia 4, no Paraguai. No domingo, a equipe enfrentará o São Paulo, em São José do Rio Preto, pelo Campeonato Paulista. "Valeu mais pelo resultado do que pela atuação da equipe. É importante iniciar a Libertadores com vitória", observou o meia Alex.O jogo começou muito truncado. Qualquer tentativa palmeirense era bloqueada com faltas pelos chilenos. Roth tinha consciência de que um gol no início seria fundamental, já que vários jogadores, como Lopes, Felipe e Fábio Júnior sentiriam cansaço no fim.O próprio Felipe, muito ofegante, admitiu que sentiu cansaço no final do primeiro tempo, devido aos seu longo período sem disputar uma partida inteira. Após alguns lances tímidos de ataque, o Palmeiras fez o gol graças a uma falha do goleiro Vargas, que não segurou um chute de Lopes, da intermediária, aos 12 minutos.A vantagem fez com que a equipe da casa se acomodasse, dando espaços para o Universidad do Chile avançar. Pela esquerda, o meia Pizarro, principal jogador da equipe chilena, e o ala Tampe, confundiram a marcação palmeirenses e criaram algumas oportunidades de gol.Mas as falhas na marcação não foram corrigidas e, aos 34 minutos, Pizarro entrou pela esquerda, em diagonal, e chutou de fora da área, empatando a partida. No segundo tempo, o miolo da defesa brasileira, formado por Paulo Turra e Leonardo, estava desentrosado, facilitando a movimentação adversária. Somente com as entradas do atacante Tuta, em lugar do inoperante Fábio Júnior, e de Juninho, que substituiu Basílio, o Palmeiras mostrou maior poderio ofensivo.Aos 23 minutos, após bela triangulação com Alex, iniciada por Felipe, Lopes finalizou de dentro da área, fazendo o gol da vitória. Com a vantagem, mesmo jogando mal, o Palmeiras procurou apenas segurar o resultado e garantir os 3 pontos dentro de casa. Na Argentina, pelo Grupo 1, o Rosário Central venceu o Velez Sarsfield por 2 a 0. Pelo Grupo 3, o boliviano Jorge Wilsterman chegou à liderança vencendo o Concepción, do Chile, por 2 a 1.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.