Palmeiras volta à elite na quarta-feira

O Palmeiras fará uma pausa esta semana na Série B do Brasileiro para estrear na Copa Sul-Americana. Quarta-feira, enfrenta o São Caetano no estádio Anacleto Campanella, em São Caetano. A novidade pode ser o atacante André, contratado semana passada junto ao Benfica, e que nos últimos dias realizou apenas treinamentos físicos. As duas equipes estão no Grupo 4, ao lado do Cruzeiro. Apenas o campeão da chave se classifica para a próxima fase. "Será uma ótima oportunidade para o Palmeiras voltar a enfrentar as maiores equipes do País. Mas não podemos desviar o foco da Série B, que é a competição mais importante da temporada", afirma o volante Magrão. A Copa Sul-Americana começa no dia 29 e termina no dia 10 de dezembro. A competição terá a participação de 35 clubes, sendo 12 do Brasil, sete da Argentina e dois representantes de Colômbia, Chile, Paraguai, Uruguai, Bolívia, Peru, Equador e Venezuela. "Não dá para misturar as duas competições. Vencer a Série B é obrigação. Finalmente nos acostumamos primeiro a marcar para depois jogar. Mas isso não significa que não temos qualidade", diz Magrão. "O grupo tem jogadores técnicos com poder de decisão, como Pedrinho e Vágner. Por outro lado, tenho certeza que o Cruzeiro, da maneira como joga na Série A, teria dificuldades na Segundona", completa. O goleiro Marcos pensa como o companheiro. E realça a importância do momento pelo qual passa o Palmeiras. "Tenho no meu currículo o título da Copa do Mundo, mas seria muito importante completá-lo com o título da Série B. Minha maior preocupação é manter a regularidade da primeira fase na etapa decisiva. Não adianta nada ir bem agora e falhar nos quadrangulares que decidirão o título." Marcos viverá neste domingo uma experiência diferente. Ao chegar a São Paulo vindo de Belém, onde a equipe enfrentou o Remo no sábado à noite, viajará para Campinas. No Estádio Moisés Lucarelli, da Ponte Preta, vai participar do projeto social "Copa Bom de Bola, 10 na Escola", organizado pela Pirelli e que reunirá 500 crianças em um dia inteiro de atividades. Novidade - Na terça-feira, o Palmeiras promoverá um coquetel em São Paulo para lançar sua nova camisa, fabricada pela Diadora, que terá um tom de verde mais claro que o atual. A empresa italiana fornecerá o material esportivo para todas as categorias das equipes de futebol, basquete e hóquei nos próximos três anos e meio, e pagará ao clube R$ 250 mil mensais.

Agencia Estado,

27 de julho de 2003 | 10h35

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.