Cesar Greco/Ag. Palmeiras
Cesar Greco/Ag. Palmeiras

Emprestado pelo Palmeiras, Iván Angulo passa por exames para fechar com o Cruzeiro

Atacante colombiano será o 10ª reforço do time mineiro para a temporada

Redação, O Estado de S.Paulo

16 de março de 2020 | 11h26

Iván Angulo está muito próximo de ser oficializado como reforço do Cruzeiro. Nesta segunda-feira, o atacante colombiano desembarcou em Belo Horizonte para a realização de exames médicos. Sendo aprovado, assinará contrato com o clube mineiro até o final de 2020.

Angulo pertence ao Palmeiras e terá parte dos seus salários pagos pela equipe alviverde, que o cederá por empréstimo até o final da temporada. Ele não vinha sendo aproveitado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo, tanto que não foi inscrito para as disputas da Copa Libertadores e do Campeonato Paulista.

O atacante chega ao Cruzeiro em um momento conturbado e de incertezas no clube, que demitiu no último domingo o técnico Adilson Batista e o diretor de futebol Ocimar Bolicenho. As quedas se deram na sequência da derrota por 1 a 0 para o Coimbra, no estádio Independência, um resultado que manteve o time fora da zona de classificação às semifinais do Campeonato Mineiro.

"O Angulo chega amanhã (segunda-feira). Não foi falado há 30 dias? Tem de entender o processo e ser rápido. Não nos dão tempo para isso", disse Adilson Batista, em entrevista coletiva após a sua demissão, indicando insatisfação pela demora do clube em contratar o colombiano.

Angulo, de 20 anos, costuma atuar como um ponta, mas não jogou profissionalmente pelo Palmeiras, que o contratou no início de 2019. Ele possui passagens pelas seleções de base da Colômbia, tendo disputado no ano passado o Mundial Sub-20. Já em 2020, foi convocado para o Pré-Olímpico.

Com Angulo, o Cruzeiro chega aos 10 reforços para a temporada de 2020. Antes, chegaram ao clube os zagueiros Marllon e Ramon, o lateral-esquerdo João Lucas, os volantes Filipe Machado e Jean, o meia Everton Felipe e os atacantes Jhonata Robert, Roberson e Marcelo Moreno.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.