JF Diorio/Estadão
JF Diorio/Estadão

Palmeirenses admitem atuação ruim, mas exaltam classificação na Copa do Brasil

Gol de Willian impediu derrota em casa para o América-MG e garantiu a classificação às quartas de final

Ciro Campos, O Estado de S.Paulo

24 Maio 2018 | 00h13

A classificação do Palmeiras para as quartas de final da Copa do Brasil, obtida nesta quarta-feira, contra o América-MG, não foi muito celebrada. Após o empate por 1 a 1, no Allianz Parque, os jogadores do time concordaram que pela atuação ruim e o risco sofrido na partida, a equipe precisa se concentrar em arrumar as falhas em vez de celebrar efusivamente o avanço à próxima fase.

TEMPO REAL: Palmeiras 1 x 1 América-MG

Confira a tabela da Copa do Brasil

+ Pré-selecionado para a Copa, Dudu vira desfalque para o Palmeiras

Após a vitória por 2 a 1 no jogo de ida, em Belo Horizonte, o Palmeiras cumpriu o mínimo necessário para não ficar nas oitavas de final e ouviu vaias durante apartida. "A gente entende a reclamação da torcida. O primeiro tempo foi muito abaixo do que estammos apresentando. Não foi a classificação como a gente gostaria, mas o importante é que a gente se classificou", comentou o zagueiro Edu Dracena.

O time saiu atrás no primeiro tempo ao levar um gol de Serginho. A reação veio na etapa final, quando Willian empatou de cabeça. "A gente assume que fez um jogo abaixo do que podemos executar. Conseguimos a classificação, isso era o objetivo. Foi um jogo ruim, mas ao menos ficamos felizes com a classificação", afirmou o atacante

Garantido nas quartas de final da Copa do Brasil, o Palmeiras volta a se dedicar ao Campeonato Brasileiro pelos próximos dias. O time volta a campo no sábado, novamente no Allianz Parque, quando receberá o Sport. Depois disso, viaja para enfrentar o Cruzeiro, no Mineirão.

Mais conteúdo sobre:
futebol Copa do Brasil Palmeiras

Encontrou algum erro? Entre em contato

publicidade

publicidade

publicidade

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.