Alex Silva/Estadão
Alex Silva/Estadão

Palmeirenses admitem ter saído no lucro contra o São Paulo

Discurso após partida foi que time não esteve bem no Morumbi

O Estado de S. Paulo

27 de setembro de 2015 | 20h59

O empate com gosto de vitória contra o São Paulo não foi suficiente para apagar a atuação abaixo da média do Palmeiras. Após a partida, o discurso tanto dos jogadores quanto do técnico Marcelo Oliveira foi único: “Não jogamos bem”.

“Não dá para entender esse primeiro tempo”, reclamou o treinador do Alviverde na coletiva após o clássico. “Viemos para cá após um bom treinamento ontem (sábado). Não podemos nos dar um luxo de repetir um outro primeiro tempo desse. Saímos no lucro”, disse Marcelo Oliveira.

Os jogadores também concordaram com o técnico, em especial nas críticas ao primeiro tempo apresentado na tarde de ontem no Morumbi. 

“Acho que não fomos bem. Todos que assistiram ao jogo sabem”, disse o atacante Gabriel Jesus. “Foi minha pior partida, agora é focar e esquecer”, falou o jovem palmeirense. 

POLÊMICA

O lance mais contestável da partida aconteceu com o goleiro Fernando Prass. Ao tirar uma bola com a mão, deu a impressão que a desviou fora da grande área. 

“Foi uma bola lançada longa e resolvi arriscar, adiantar bastante para conseguir cortar. Vou ser sincero, não sei se estava dentro ou fora da área, estava olhando a bola”, reconheceu o camisa 1 do Palmeiras. 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.