César Greco / Ag. Palmeiras
César Greco / Ag. Palmeiras

Palmeirenses comemoram classificação com 'bom comportamento' e 'intensidade'

Autor de dois gols na partida, Raphael Veiga divide méritos com o restante do elenco

Redação, Estadão Conteúdo

18 de novembro de 2020 | 22h10

A classificação merecida e sem sofrimento do Palmeiras às semifinais da Copa do Brasil foi bastante festejada pelos jogadores. Eles fizeram questão de frisar o "bom comportamento" e também a "intensidade" apresentada nos dois embates com o Ceará. O time fez 3 a 0 em casa e empatou por 2 a 2 fora, após belo primeiro tempo, nesta quarta-feira.

"A gente sabia que eram dois jogos. No primeiro fomos bastante intensos, fizemos uma vantagem boa. Mas viemos para cá (Fortaleza) também com o espírito de ganhar e lutar", enfatizou Raphael Veiga, autor dos dois gols do Palmeiras no empate por 2 a 2. "Nossa identidade é ser intenso, competitivo".

Destaque do confronto, com três gols, Veiga mostrou humildade e dividiu os méritos com os companheiros. Nada de assumir o rótulo de herói. "Sobre meu bom momento, vale ressaltar tudo o que todos vêm fazendo para ajudar", observou. "Mérito é de todos."

Além dos três gols diante do Ceará em duas partidas, Veiga já havia sido decisivo diante do Fluminense, no fim de semana. Fez os gols na vitória por 2 a 0 e vem se firmando a cada partida depois de passar muito tempo na reserva.

Convocado para a seleção brasileira que enfrentou o Uruguai na terça-feira, o goleiro Weverton chegou em jatinho da patrocinadora para defender o clube no Ceará. Atravessou o País e, mesmo cansado, fez um bom trabalho apesar dos dois gols sofridos.

O Palmeiras tem dois goleiros infectados com a covid-19 e o titular foi para o sacrifício. Agradeceu o esforço do clube para fazê-lo jogar e também comemorou a apresentação segura.

"Temos de dar os parabéns à equipe que soube se comportar bem e administrar a classificação", disse. "Agora é descansar e concentrar bem no Brasileiro." O Palmeiras volta a campo no sábado, diante do lanterna Goiás, fora de casa.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.