Palmeirenses elogiam força coletiva em vitória sobre o Grêmio

Vitória leva equipe à 11.ª colocação, com 34 pontos, cinco acima da zona de rebaixamento; gremistas reclamam da arbitragem

FERNANDO FARO, Estadão Conteúdo

12 de outubro de 2014 | 08h17

Ameaçado pelo risco de rebaixamento, o Palmeiras conseguiu domar os nervos, foi buscar a virada sobre o Grêmio no Estádio do Pacaembu e venceu por 2 a 1, na noite de sábado, resultado que deixa o time na 11ª posição no Campeonato Brasileiro com 34 pontos, com cinco acima da zona de rebaixamento. Satisfeitos com a forma como a equipe enfrentou o rival mesmo quando esteve atrás, os jogadores festejaram a força coletiva para conseguir os importantes pontos.

"Foi um dos nossos melhores jogos. Fomos premiados, fizemos uma partida consistente. É um campeonato muito equilibrado", afirmou Fernando Prass, que fez duas defesas importantes no primeiro tempo em chutes de Dudu e Barcos.

Se do lado palmeirense o clima era de festa - embalado pelos mais de 26 mil torcedores que empurraram a equipe do início ao fim -, os gremistas só tinham reclamações, especialmente da arbitragem de Sandro Meira Ricci, que expulsou Barcos no segundo tempo quando os gaúchos venciam.

"Mais uma vez só tinha falta para um lado. É inadmissível. Estão prejudicando, assim fica difícil de jogar. A gente fala alguma coisa da arbitragem e eles nunca estão errados, fica difícil", lamentou Ramiro.

O Palmeiras agora tem uma semana de tranquilidade antes de voltar a pensar no Campeonato Brasileiro. No próximo domingo a equipe tem outro compromisso complicado e faz clássico com o Santos no Pacaembu.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.