Rafael Arbex/Estadão
Rafael Arbex/Estadão

Gramado da arena revolta palmeirenses: 'Pífio, ridículo'

Diretor de futebol Alexandre Mattos diz que todos estão indignados

DANIEL BATISTA, O Estado de S. Paulo

14 de junho de 2015 | 19h41

A vitória de virada do Palmeiras sobre o Fluminense só não foi mais comemorada pelos jogadores, diretoria e comissão técnica, porque a péssima condição do gramado deixou todos bastante irritados. Cheio de buracos e imperfeições, o campo do Allianz Parque acabou sendo um adversário extra para as duas equipes.

"Estamos indignados. Não pode um estádio tão lindo, uma arena tão moderna, talvez a mais moderna e bonita do país, da América do Sul e compatível com as melhores da Europa, ter um gramado em situação pífia, ridícula. Precisamos tomar providências. Os parceiros que cuidam do gramado, cobramos diariamente. Os jogadores estão indignados com essa situação, com esse gramado terrível", disse o diretor de futebol, Alexandre Mattos.

O meia Robinho chegou a pedir desculpas para os jogadores do Fluminense pelo péssimo gramado. "O campo estava horrível. Até temos que pedir desculpas para a equipe do Fluminense pelo gramado, porque está ridículo".

Alberto Valentim, técnico interino, disse lamentar o fato de o Palmeiras treinar em ótimo gramado da Academia de Futebol e atuar em um tão ruim, da sua arena. "Estamos terminando mais um gramado na academia que vai ser espetacular, primeiro mundo. Vamos treinar em um campo excelente e queremos um campo assim aqui no Palestra. O gramado prejudicou muito o nosso toque de bola", analisou.

A World Sports, empresa responsável pelo gramado, justifica que o problema aconteceu porque houve uma troca do gramado na segunda semana de maio. A grama de verão foi trocada pela de inverno e ainda não houve tempo do novo campo ficar firme, já que muitos jogos são realizados no estádio palmeirense.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.