Palmeirenses já fazem fila por ingressos para a finalíssima

Torcedores passam noite em frente às bilheterias do Palestra Itália para comprar os 25 mil ingressos à venda

Solange Spigliatti, estadao.com.br

29 de abril de 2008 | 08h31

 Mais de 10 mil torcedores fazem fila em frente ao Estádio Palestra Itália, na zona oeste da capital,na manhã desta terça-feira para comprar de ingressos do segundo jogo da final do Campeonato Paulista, entre Palmeiras e Ponte Preta. As bilheterias abriram às 10 horas, com 25 mil ingressos à venda para os palmeirenses. Veja também: Serviço: para quem vai ao Palmeiras x Ponte, final do Paulistão Policiais militares foram posicionados nos arredores do estádio. Apesar do grande número de pessoas, não houve tumulto até o começo da venda. Mais cedo uma pessoa foi detida por desacato, segundo a rádio CBN.De acordo com a Companhia de Engenharia de Tráfego (CET), o trânsito também flui normalmente, sem congestionamentos na rua Turiassú, onde ficam as bilheterias do estádio. O jogo entre Palmeiras e Ponte Preta será no próximo domingo, às 16 horas, no Palestra Itália. O Palmeiras pode perder por um gol de diferença que fica com o título.Para quem quiser escapar das filas, os ingressos da grande decisão podem ser comprados em outros seis pontos: - Estádio do Pacaembu - Praça Charles Muller, s/n.º - Ginásio Ibirapuera - Rua Manoel da Nóbrega, s/n.º- Estádio do Canindé - Portão 07 Comendador Nestor Pereira, 33- Ginásio José Correia (Barueri) - Av. Guilherme P. Guglielmo, 1000- Pitta Sports - Rua Silva Bueno, 1156 - bairro do Ipiranga- Estádio Bruno José Daniel (Santo André) - R. 24 de Maio, s/n.º- Shopping Moto e Aventura - Rua Barão de Limeira, 71Os preços das entradas, todas com possibilidade de meia-entrada para estudantes, professores, idosos ou aposentados, são os seguintes:- Arquibancada: R$ 40- Numerada Coberta: R$ 120- Numerada Descoberta: R$ 100- Espaço Visa: R$ 100Atualizado às 10h51 para atualização de informação

Tudo o que sabemos sobre:
PalmeirasPaulistão A-1

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.