Palmeirenses ouvem lições do passado

Foi um encontro emocionante. Na ante-sala que dá acesso à sala de troféus do Palmeiras, duas gerações de atacantes se conheceram. Convidados pelo JT, Leivinha e César Maluco, que brilharam na Academia da década de 70, passaram uma hora e meia, na última quinta-feira, com Vágner Love e Edmílson. Entre conselhos e brincadeiras, um consenso: a grandeza do Palmeiras não permite mais um ano na segunda divisão. Os dois garotos, que sofreram no sábado no empate (2 a 2) com o Gama, estão percebendo como é dura a vida na Série B - Vágner até que se saiu bem. Edmílson, não. Leia mais no Jornal da Tarde

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.