Paloschi dá vitória ao Milan, Juve vence

Alberto Paloschi, que entrou no decorrerdo jogo, conseguiu uma finalização soberba em seu primeirotoque na bola para dar a um Milan letárgico a vitória por 1 x 0sobre o Siena neste domingo. O jovem atacante de 18 anos acertou um chute da entrada daárea aos 18 minutos do segundo tempo para ajudar o Milan achegar à quinta colocação, dois pontos atrás da quarta colocadaFiorentina, que empatou por 2 x 2 com a Atalanta no sábado.A terceira colocada Juventus também sofreu, até que os gols deMauro Camoranesi e Vincenzo Iaquinta no segundo tempo deram avitória fora de casa por 2 x 1 sobre a Udinese, depois queAndrea Dossena abriu o placar para os anfitriões logo no iníciodo jogo. A Juve só tinha vencido uma partida neste ano e parecia queia aumentar sua série ruim com a sexta colocada Udinesemandando no jogo no primeiro tempo. O ala Camoranesi, em plena forma depois de sofrer com umacontusão na coxa, marcou de cabeça para o time de ClaudioRanieri empatar, antes que Iaquinta repetisse o feito dePaloschi e marcasse logo após entrar no jogo. O clube de Turim está nove pontos atrás da líder Inter deMilão, que joga ainda hoje fora de casa com o Catania. A Romatem cinco pontos a menos e é a segunda, depois de bater aReggina por 2 x 0. O Empoli, que luta contra o rebaixamento, venceu a Lazio emcasa por 1 x 0, o lanterna Cagliari empatou em 1 x 1 com oParma e o Torino virou para cima do ameaçado Palermo por 3 x 1. A boa fase da Sampdoria em casa continuou com a vitória por2 x 0 sobre o Napoli, enquanto Livorno e Genoa empataram em 1 x1. O Milan, que não tinha os brasileiros Kaká e AlexandrePato, contundidos, entrou em campo com um time envelhecido, quetinha Filippo Inzaghi, Paolo Maldini, Cafu e Serginho. Ronaldo também começou entre os titulares, depois de serecuperar de mais um problema muscular, em uma temporadamarcada por contusões, mas o brasileiro conseguiu jogar apenas45 minutos, em que ele repetidamente parecia estar mal, com acabeça abaixada. A partida de Paloschi foi totalmente diferente, e eleprecisou de pouquíssimo tempo para deixar sua marca, depois quea defesa do Siena parecia adormecida depois de sua entrada emcampo. O atual campeão europeu segurava o resultado, que foiameaçado às vezes, como uma bola de Mario Frick na trave e umgol marcado por Tomas Locatelli anulado por impedimento. A pressão só diminuiu quando o capitão do Siena SimoneVergassola foi expulso por tirar com a mão uma bola que poderiaresultar em gol aos 37 minutos do segundo tempo.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.