Pan 2007: Eurico recua por São Januário

O presidente do Vasco, Eurico Miranda, recuou da decisão de não liberar o Estádio de São Januário para ser uma das sedes dos Jogos Pan-Americanos de 2007, no Rio. Ele admitiu neste sábado, em nota oficial, conversar com o Comitê Olímpico Brasileiro (COB)para contornar a crise.Eurico Miranda havia se recusado a ceder o local à competição, devido à presença de Carlos Roberto Osório, de quem ouviu críticas sobre a forma de administrar o clube, no Comitê Organizador do Pan (CO-RIO). Osório é secretário-geral do CO-RIO e integrante do Movimento Unido Vascaíno (MUV), facção líder da oposição no clube.Diante da posição da diretoria do Vasco, o COB contra-atacou. A entidade anunciou, na quinta-feira, a exclusão de São Januário dos Jogos Pan-Americanos de 2007. ?Apesar do declarado desagrado com a atitude do Sr. Carlos Roberto Osório, não descarto a possibilidade de que, com os possíveis esclarecimentos de V. Sa., se possa, sem dúvida, superar esse desagradável episódio?, disse, no documento, o presidente do Vasco.A relação, porém, entre ele e Osório não é das melhores. Eurico Miranda ainda não engoliu as críticas de Osório. ?Ele (Osório) disse que o Vasco era uma jóia e que era preciso retomá-la e lapidá-la. Quem é ele para retomar o Vasco??, indagou Miranda, recentemente. ?É absolutamente inaceitável que eu possa conviver com o secretário do CO-RIO, o senhor Carlos Roberto Osório, que afirmou ser integrante de um movimento de oposição do Vasco.?

Agencia Estado,

01 de outubro de 2005 | 15h53

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.