Arquivo/Estadão
Arquivo/Estadão

Pandemia fez TV reviver jogos com craques da seleção dos hoje 'setentões'

Sem partidas ao vivo, emissoras recorreram a momentos históricos para preencher suas programações

Wilson Baldini Jr, O Estado de S.Paulo

27 de julho de 2020 | 05h01

Com o período de pandemia e a falta de atrações esportivas ao vivo, os canais pagos especializados em esporte abusaram dos videoteipes de jogos antigos para preencher suas grades de programação. Com isso, o público dos 50 anos de idade pôde reviver os craques que atualmente formam a seleção paulista dos hoje 'setentões'. Com a repetição da final da Copa do Mundo de 1970, foi possível rever os quatro dribles dados pelo volante Clodoaldo, atualmente com 71 anos, que antecederam ao golaço marcado por Carlos Alberto Torres no 4 a 1 sobre a Itália.

Quando a atração foi Corinthians 4 x 3 Palmeiras, de 1971, em uma das maiores viradas da história do Morumbi, os torcedores mais veteranos puderam ver em ação os jovens goleiro Leão, o zagueiro Luís Pereira (ambos hoje com 71 anos), e o meia Leivinha (70), pelo lado alviverde.

Na despedida de Pelé no Pacaembu, em 1974, um jogo antes de abandonar a carreira em território nacional e assinar contrato com o Cosmos, dos Estados Unidos, foi possível acompanhar mais uma vez a impressionante habilidade do ponta-esquerda santista Edu (70 anos).

Já no histórico jogo de 1977, que valeu o título paulista para o Corinthians depois de 22 anos de jejum reuniu o lateral Zé Maria, o meia Basílio (autor do gol), e os atacantes Geraldão (os três com 71 anos), Vaguinho e Palhinha (com 70 anos).Essa turma todo fez história no futebol nacional e mais de uma geração nunca os viram jogar. As TVs se valeram de seus acervos e registraram audiências importantes quando o futebol estava parado no Brasil.

Para completar a seleção é preciso recorrer à decisão do Campeonato Brasileiro de 1977, disputado em março de 1978, quando o São Paulo, do lateral-esquerdo Bezerra (71 anos) venceu o Atlético-MG, em pleno Mineirão, na disputa de pênaltis, com um gol do defensor. Resta saber se os jogadores atuais serão lembrados daqui a quatro ou cinco décadas como estes craques que deixaram seus nomes gravados na história dos grandes clubes paulistas.

As TVs mostraram tanto jogos dos times brasileiros quanto da seleção. Alguns canais fechados registraram partidas da Liga dos Campeões da Europa, torneio que será retomado em agosto.

Tudo o que sabemos sobre:
futeboltelevisão

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.