Pão de Açúcar vira patrocinador da seleção brasileira

Contrato com a CBF foi assinado até a Copa do Mundo de 2010; os valores da negociação não foram revelados

Rodrigo Petry, Agencia Estado

17 de agosto de 2009 | 12h22

O Grupo Pão de Açúcar e a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) assinaram nesta segunda-feira, em São Paulo, um contrato de patrocínio da seleção brasileira até a Copa do Mundo de 2010, na África do Sul. Os valores do acordo não foram revelados, mas o vice-presidente executivo da empresa, José Roberto Tambasco, destacou que "são razoáveis", em relação à vinculação institucional da marca Extra ao time do Brasil.

Veja também:

linkCBF admite que BNDES pode financiar estádios da Copa 2014

  

"Ao longo dos próximos 12 meses estaremos desenvolvendo uma série de promoções estimulando a associação do Extra com a seleção", disse Tambasco. O acordo com a CBF dá direito ao Extra de utilizar o título de patrocinadora oficial da seleção brasileira nas áreas das lojas.

O Grupo Pão de Açúcar mantém equipes de futebol profissional em São Paulo e no Rio de Janeiro. Agora, também passa a fazer parte do grupo de patrocinadores da seleção brasileira, ao lado de Nike, Ambev, Itaú, Vivo, TAM e Gillette.

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.