Vatican Media/via REUTERS
Vatican Media/via REUTERS

Conforme prometido, papa Francisco é presenteado com camisa do PSG autografada por Lionel Messi

'Para Francisco, com muito carinho', diz a mensagem autografada pelo jogador, seu compatriota

Redação, O Estado de S.Paulo

18 de outubro de 2021 | 11h37

O primeiro-ministro da França, Jean Castex, presenteou o Papa Francisco nesta segunda-feira, dia 18, com uma camisa do Paris Saint-Germain autografada pelo atacante argentino Lionel Messi, que foi contratado recentemente pelo clube francês. A peça tem o número 30, que passou a ser utilizado pelo astro desde a saída do Barcelona, no fim da temporada passada. "Para Francisco, com muito carinho", diz a mensagem de Messi escrita na camisa do PSG para o papa.

Messi já tinha dado uma camisa sua ao papa, mas dos tempos do Barcelona. Do time de Paris é a primeira. O pontífice gosta de futebol e já se meter em discussão de que foi maior na história, Pelé ou Maradona. Ele foi questionado sobre o polêmico tema na Argentina por um fiel na Praça São Pedro, antes da pandemia.

Em 2016, o papa disse em entrevista que considera Messi melhor do que Maradona e Pelé. Anos mais tarde, em 2019, afirmou que não se sente incomodado com as comparações feitas entre o craque do Paris Saint-Germain e Deus, o que ocorre com frequência por torcedores de futebol.

Além do novo uniforme do compatriota na equipe francesa, Francisco ainda recebeu de Castex uma edição de 1836 de Notre-Dame de Paris, romance escrito por Victor Hugo. O primeiro-ministro da França conversou nesta segunda-feira com o papa por cerca de 35 minutos, em meio a uma agenda de celebração dos 35 anos do reestabelecimento das relações diplomáticas entre o país europeu e a Santa Sé.

 

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.