Reprodução/EFE
Reprodução/EFE

Papa Francisco deve levar suas 'relíquias' do San Lorenzo para Roma

Novo pontífice tem foto, camisa e até pedaço da cerca de madeira de antigo estádio, que foi demolido

EFE

15 de março de 2013 | 19h50

BUENOS AIRES - Fontes da Curia de Buenos Aires, onde vivia o Papa Francisco até 2011, afirmam que, depois dos livros, os objetos mais queridos do novo pontífice são três 'relíquias' de seu clube de coração, o San Lorenzo de Almagro, as quais, espera-se, devem seguir para Roma.  Francisco tem guardadas uma camisa do time, uma foto do Estádio 'Viejo' (Velho) Gasómetro e uma lasca de madeira da grade da arena, demolida nos anos entre 1982 e 1983.

 

Até 1980 San Lorenzo disputava seus jogos no Gasómetro, que foi inaugurado em 1916 no Bairro de Boedo e usado para os jogos da seleção argentina antes da construção do Monumental de Nuñez (1938) e do La Bombonera (1940). Mas o Governo Argentino, que estava sob comando dos militares, decidiu desapropriar a área e demolir o estádio para a construção de largas avenidas e lojas. A arena foi abaixo em 1983 e uma nova foi construída no Bairro de Bajo Flores, apelidada de o Nuevo Gasómetro. O projeto inicial, porém, não vingou  e o terreno, que ainda abriga o velho solar que foi sede do clube, foi vendido para a rede de supermercados Carrefour.

 

No ano passado, a 'lei de devolução histórica' permitiu que o San Lorenzo retomasse a área e o antigo solar. O presidente do clube, Mattías Lammes, diz que um novo estádio, a ser inaugurado em 2016, será construído no local. 

 

Ao saber da eleição de Jorge Mario Bergoglio como papa, o dirigente mandou uma carta carinhosa ao pontífice . "Saiba que para nós não é mais um papa, ou o primeiro papa argentino, latino-americano ou jesuíta. É o Papa de San Lorenzo, ou em linguagem bem futebolística, o Papa Corvo"

 

O corvo é o mascote do San Lorenzo. A princípio, a ave foi escolhida pelos rivais do clube para ridicularizar a torcida pois suas penas pretas eram da mesma cor das batinas do padre que fundou a agremiação. Com o tempo, no entanto, os torcedores adotaram o animal como símbolo.

 

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSan LorenzoPapa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.