Papa promete ver jogos da Copa do Mundo

A Copa do Mundo da Alemanha, em 2006, terá um espectador mais do que ilustre em vários de seus jogos. Na visita dos organizadores do evento ao Vaticano, o Papa Bento XVI, que é alemão, confirmou que irá acompanhar pela TV os confrontos mais importantes do evento. O interesse do pontífice pelo Mundial empolgou o líder da comitiva, o ídolo alemão Franz Beckenbauer. ?Falar com o Papa sobre futebol foi o momento mais importante da minha vida?, disse o ex-jogador. Como um torcedor comum, Bento XVI quis saber da seleção de seu país. Por ser bávaro, assim como o Kaiser, a conversa se desenvolveu no dialeto local, conhecido por ambos. ?A equipe alemã é boa, não??, perguntou o Papa. A resposta do Kaiser foi comedida. ?Estamos fazendo com que seja boa. Esperamos vencer?. Mas, segundo Beckenbauer, Bento XVI não parou por aí. ?Estava muito interessado em nosso trabalho e perguntou como iam os preparativos para o Mundial?. O Papa também quis saber mais detalhes sobre a organização da Copa e em quais estádios de que cidades jogarão algumas das seleções. Ao final da entrevista coletiva no Vaticano, Beckenbauer aproveitou para confessar que rezou pela classificação da seleção da Itália. ?Um Mundial sem Itália não é um verdadeiro Mundial?.

Agencia Estado,

26 de outubro de 2005 | 19h36

Encontrou algum erro? Entre em contato

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.