Paquetá destaca luta de seus jogadores contra a Espanha

O brasileiro Marcos Paquetá, técnico da Arábia Saudita, destacou a luta de sua equipe na derrota de 1 a 0 contra a Espanha, nesta sexta-feira, Kaiserslautern. Segundo o treinador, a "Mesmo jogando com uma equipe toda de reservas, os jogadores espanhóis têm muita experiência em equipes de peso do futebol europeu"."Uma de nossas falhas foi a de nos prendermos ao resultado quando eles marcaram o gol. Mas o mais importante é que lutamos durante todo o jogo", afirmou Paquetá. "A Espanha esteve bem tecnicamente. Foi uma boa partida. No final, tentamos pressionar um pouco mais, porém, preciso felicitar meus jogadores por sua boa atuação", disse o brasileiro."Vamos embora deixando uma boa impressão. Para nós é importante jogar e enfrentar grandes equipes. Levaremos uma ótima lembrança do Mundial", concluiu o treinador. Aposentadoria do ídolo árabeO atacante da seleção da Arábia Saudita Sami Al Jaber, 33 anos, veterano de quatro Mundiais, anunciou sua aposentadoria após a partida desta sexta-feira. "Essa foi uma grande lembrança para mim. Todas as quatro Copas do Mundo foram especiais, mas estou muito feliz de me aposentar aqui com um gol (marcado contra a Tunísia na estréia da equipe)", disse.Na Copa 2006, a Arábia Saudita estreou com um empate por 2 a 2 contra a Tunísia. Depois, os asiáticos foram goleados pela Ucrânia - segunda classificada no Grupo H, junto com a Espanha - por 4 a 0.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.