Paquetá pode fazer história com a Sub-20

O Brasil disputa na sexta-feira, a partir das 14h45 (horário de Brasília), a final do Campeonato Mundial Sub-20, contra a Espanha, nos Emirados Árabes. Para o técnico Marcos Paquetá, além do título, esse jogo pode fazê-lo entrar para a história do futebol.Depois de ter conquistado o título mundial Sub-17, em agosto passado, na Finlândia, Paquetá foi escolhido pela CBF para substituir Valinhos no comando da Sub-20. Assim, ele tem a chance de se tornar o primeiro treinador a comandar duas seleções campeãs mundiais no mesmo ano.O argentino Cesar Luis Menotti também foi campeão mundial na Copa de 1978 e, em 79, ganhou o título juvenil. Mas as conquistas foram em anos diferentes.Mas a chance de fazer história parece não afetar muito Paquetá. ?Não penso nessa possibilidade. Penso em fazer uma boa partida para representar bem o País e levar um título que o Brasil não ganha há dez anos?, afirmou o treinador.O curioso é que a final do Mundial Sub-17 foi justamente contra a Espanha, adversária de agora na Sub-20. Nesta sexta-feira, o Brasil irá buscar seu quarto título na categoria, depois de ter vencido em 83, 85 e 93.Preparação - Nesta quarta-feira, a seleção brasileira fez o treino de reconhecimento do estádio Zayed Stadium, em Abu Dabi, onde acontecerá a final do Mundial. Sem problemas de contusão ou suspensão, Paquetá poderá contar com o time completo na decisão com a Espanha.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.