Manu Fernandez/AP
Manu Fernandez/AP

Para Ancelotti, faltou 'cabeça fria' ao Real para buscar empate

Técnico assume que equipe se desesperou com o segundo gol

Estadão Conteúdo

23 Março 2015 | 11h17

O Real Madrid conseguiu jogar de igual para igual contra o Barcelona, em pleno Camp Nou, por quase uma hora. Mas o gol de Luis Suárez, aos 11 minutos do segundo tempo, colocando os catalães novamente na frente, desestruturou os madrilenhos, que não souberam reagir. A partir daí, foi um massacre do Barça, que perdeu diversas oportunidades de ampliar. Para o técnico Carlo Ancelotti, faltou "cabeça fria" aos seus comandados.

"No final faltou um pouco de cabeça fria para chegarmos ao empate. Jogamos muitas bolas longas e com pouco critério. Foi uma hora muito boa e 30 minutos nem tanto. Temos de continuar com este conceito de jogo porque a equipe melhorou muito. É difícil dizer se ganhou o melhor", opina.

Com a vitória, o Barcelona abriu quatro pontos de vantagem sobre o Real Madrid na ponta do Espanhol, mas Ancelotti faz questão de ressaltar que o campeonato ainda não acabou. "O Barcelona está em vantagem, tal como nós já estivemos anteriormente. No futebol, tudo pode acontecer. É mais complicado, mas não vamos dar prioridade à Liga dos Campeões", assegura o técnico do Real Madrid.

Ancelotti ainda tentou minimizar as críticas da imprensa pelas atuações de Cristiano Ronaldo, Modric e Kross. Na opinião do treinador, todos foram bem. "Cristiano Ronaldo fez um jogo muito completo. Trabalhou e foi sempre perigoso lá na frente. Foi o mesmo Cristiano de sempre. Modric e Kroos foram muito importantes. Ambos trabalharam muito, defensiva e ofensivamente. Talvez no final estivessem um pouco cansados."

Encontrou algum erro? Entre em contato

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.