Para Blanc, França merecia vitória mais elástica

Desde que Zinedine Zidane se aposentou, em 2006, a França não havia vencido mais nenhuma partida em competições de primeiro escalão, como Copa do Mundo ou Eurocopa. O fim do jejum veio nesta sexta-feira, com triunfo por 2 a 0 sobre a dona da casa Ucrânia, em Donetsk. Após o jogo, o técnico Laurent Blanc afirmou que a França tinha condições de fazer mais.

AE, Agência Estado

15 de junho de 2012 | 18h17

"Nós marcamos dois gols e poderíamos ter marcado mais. Nós tivemos muito potencial para isso", disse Blanc, em entrevista coletiva depois do jogo em Donetsk. O treinador também elogiou a postura tanto da sua equipe quando dos ucranianos. "Eu dou os parabéns para os meus jogadores e para os jogadores da Ucrânia. Foi uma boa partida com os dois times tentando atacar."

Blanc acredita que o seu time está em evolução, mas não faz promessas para o restante da competição. "Nós estamos melhorando. A próxima pode ir longe (na Eurocopa)? Eu não sei dizer. Cada jogo é diferente", disse ele.

Já o técnico da Ucrânia, Oleg Blokhin, pensa diferente: "A França é provavelmente uma das favoritas", afirmou ele, que criticou a postura do seu time. "Alguns jogadores pensaram que nós já estávamos nas quartas de final. Nós teremos uma séria conversa com eles. Não é possível vencer o primeiro jogo e jogar o segundo desta maneira", reclamou.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolFrançaUcrâniaEurocopa

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.