Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians
Daniel Augusto Jr/Agência Corinthians

Para Camacho, Corinthians está com motivação a mais para se vingar do Flamengo

Volante relembra a goleada sofrida em Itaquera, no primeiro turno, por 5 a 0

Redação, Estadão Conteúdo

12 de fevereiro de 2021 | 22h08

O volante Gabriel está suspenso e não enfrenta o Flamengo, domingo, no Maracanã. Vagner Mancini ainda não definiu o substituto. Na expectativa pela escolha, Camacho vê o Corinthians muito mais preparado e com ânimo extra para se vingar da goleada sofrida em Itaquera, no primeiro turno do Brasileiro, por 5 a 0.

"Corinthians e Flamengo é um jogo grande. A gente está buscando vaga na Libertadores e eles, o título. O primeiro turno foi aquele jogo que nada deu certo para nós, então com certeza a gente vai um pouco mais ligado", garante. "E um ânimo a mais para jogar. Nosso time está muito mais preparado do que daquela vez."

O Corinthians fez um segundo tempo muito vulnerável diante dos cariocas em casa. Partiu com tudo para buscar o 1 a 1 após o intervalo e acabou sofrendo gols em todos os ataques sofridos. Terminou lamentando um 5 a 0 amargo logo no segundo jogo sob a direção de Mancini.

Camacho espera ser o escolhido para formar dupla com Cantillo. Contudo, teme perder a concorrência com Xavier ou Roni, meninos da base que carregam características mais de marcação. Ele garante que ambos torcerão para o escolhido.

"A gente está na expectativa. Tem o Xavier, Ramiro e Roni. Os moleques subiram muito bem, dá gosto vê-los jogando, dão a vida todo dia, estão sempre preparados. Acho que quem entrar vai dar conta do recado", aposta.

Apesar de citar Ramiro, o ex-titular deve seguir na reserva. Cazares tem tudo para atuar no Rio, mas há a dúvida de quem sai. Em tese, Araos seria o escolhido, mas como o Corinthians deve ser mais precavido no Maracanã, é possível que Léo Natel seja o sacrificado.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolCorinthians

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.