Clayton de Souza / Estadão
Clayton de Souza / Estadão

Para Cássio, pressão é maior sobre os rivais do líder Corinthians

Corinthians tem cinco pontos de vantagem sobre o Atlético-MG

Gonçalo Junior, O Estado de S.Paulo

07 de setembro de 2015 | 16h28

Mesmo com a diminuição da vantagem do Corinthians na liderança do Campeonato Brasileiro após a rodada do final de semana, o goleiro Cássio afirma que a pressão continua maior sobre os times que perseguem o primeiro colocado.

Com o empate entre Corinthians e Palmeiras por 3 a 3 e a vitória do Atlético Mineiro e do Grêmio, segundo e terceiro colocados respectivamente, o Corinthians sustenta uma vantagem de cinco pontos para os mineiros (50 a 45) e de seis para os gaúchos (50 a 44). 

"É uma vantagem que criamos. Fala-se muito que perdemos pontos, mas quem tem de correr atrás são os que estão embaixo. A pressão é maior em quem está embaixo do que para nós", analisou o goleiro em entrevista coletiva nesta segunda-feira, no CT Joaquim Grava. 

Na sequência do Campeonato Brasileiro, o Corinthians vai fazer dois jogos em casa: quarta-feira, recebe o Grêmio e, no domingo, vai jogar contra o Joinville. Para o goleiro, é importante conquistar seis pontos nos dois jogos. O Corinthians é o melhor mandante da competição com dez vitórias e apenas uma derrota em Itaquera. 

"Somos primeiros hoje porque somos muito fortes em casa, perdemos poucos pontos. Isso nos gerou uma pontuação muito alta e somos líderes. Nas próximas duas partidas, precisamos de seis pontos, se quisermos almejar o título", ressaltou Cássio.

Tudo o que sabemos sobre:
FutebolBrasileirãoCorinthiansCássio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

Tendências:

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.