Divulgação
Divulgação

Pará celebra liberação de Luxemburgo e mira seu primeiro Fla-Flu

STJD libera treinador de suspensão de dois jogos por críticas à Ferj

Estadão Conteúdo

02 de abril de 2015 | 17h53

Contratado para o início desta temporada, o lateral-direito Pará defenderá o Flamengo neste domingo em seu primeiro clássico diante do Fluminense, no Maracanã. E o Fla-Flu será ainda mais especial para o jogador agora que o técnico Vanderlei Luxemburgo foi liberado pelo Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) e poderá sentar no banco rubro-negro.

"Vai ser meu primeiro Fla-Flu. Espero que estejamos em uma tarde feliz. Contaremos com o Vanderlei no banco, um grande treinador. Quem entrar mais focado irá vencer. Independente do outro lado, temos que fazer nossa parte", declarou o lateral nesta quinta-feira.

Luxemburgo havia sido punido pelo Tribunal de Justiça Desportiva do Rio (TJD-RJ) com dois jogos de suspensão por críticas à Federação de Futebol do Rio (Ferj). O Flamengo recorreu e pediu efeito suspensivo até que o caso fosse julgado em segunda instância, mas o TJD-RJ negou o recurso. Assim, o clube rubro-negro entrou com um novo pedido, dessa vez na instância máxima da justiça desportiva do País, e teve seu recurso aceito.

Mas não foi Luxemburgo quem comandou o treino do Flamengo na manhã desta quinta-feira. A responsabilidade ficou por conta do preparador Antônio Mello, que comandou uma intensa atividade física. Tudo para fazer bonito diante do grande rival no domingo e manter a liderança do Campeonato Carioca.

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.