Divulgação
Divulgação

'Para eu sair do Santos, tem de ser coisa muito boa', diz Lucas Lima

'Meu foco é dar continuidade no trabalho', diz meia santista

GONÇALO JUNIOR, Estadão Conteúdo

30 de julho de 2015 | 13h06

Pretendido por diversos clubes europeus, o meia Lucas Lima reafirmou que não pretende deixar o Santos, mas não descarta analisar eventuais propostas. "A proposta (do Porto) era boa, mas também não foi o que eu queria. Estou muito feliz no Santos. Para eu sair, tem de ser uma coisa muito boa", afirmou o meia em entrevista coletiva na manhã desta quinta-feira no CT Rei Pelé.

Lucas Lima declarou que o desejo de ser convocado para a seleção brasileira pesa na sua decisão, mas lembrou que ainda falta um mês para o encerramento da janela de transferências. "Pesa muito o desejo de chegar à Seleção", disse o jogador. "Tem praticamente um mês para a janela se fechar, mas o meu foco é dar continuidade no trabalho aqui no Santos. Meu foco é continuar, mas claro que no futebol tudo pode acontecer", avaliou.

O jogador reconhece que seu rendimento oscilou semanas atrás, quando esteve perto de se transferir. O clube mais próximo de fechar sua contratação foi o próprio Porto, que ofereceu 10 milhões de euros (cerca de R$ 35 milhões) pelos 100% dos direitos econômicos do jogador - o Santos ficaria com R$ 10 milhões, sendo R$ 3,5 milhões pelos 10% que detém e outros R$ 6,5 milhões pelo lucro da Doyen, que adquiriu o meia e o cedeu ao Santos.

"Acho que, em alguns jogos, podemos dizer que caiu (o rendimento). No começo, quando estava muito próximo de sair, às vezes é difícil manter o foco nos jogos, por isso coloquei meu pai à frente de tudo para resolver e eu focar nos jogos. Mas acho que não caiu tanto assim, não", avaliou.

Lucas Lima afirma que a vitória sobre o Joinville no último domingo e a saída momentânea da zona de rebaixamento do Campeonato Brasileiro não podem ser suficientes para trazer tranquilidade ao Santos. "Ainda não saímos do bolo ali de baixo. Se perdermos um jogo voltaremos para a zona de rebaixamento. Sabemos que não saímos da situação incômoda", disse Lucas Lima.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolSantos FCLucas Limabrasileirao

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.