Para evitar surpresas contra técnico estreante, Grêmio busca mais ímpeto ofensivo

O Grêmio enfrenta o Palmeiras, que terá técnico novo, neste sábado, a partir das 21 horas, na Arena Grêmio, em Porto Alegre, pela oitava rodada do Campeonato Brasileiro, para evitar surpresas diante da estreia de Marcelo Oliveira no comando adversário. O treinador Roger Machado treinou a sua equipe em dias frios em Porto Alegre e testou alguns atletas para dar mais poderio ofensivo ao time e fugir das possíveis armadilhas do rival.

Estadão Conteúdo

20 de junho de 2015 | 06h44

A troca no comando, que já foi utilizada a favor dos gaúchos nesta temporada, após a saída de Felipão, é um fator a mais que preocupa os gremistas. Há duas rodadas, o time foi superado pelo São Paulo, do também estreante colombiano Juan Carlos Osorio, e fazia a sua pior partida sob o comando de Roger Machado. "Quando se troca o comando, a gente sabe que dá mais motivação. Mas, aqui dentro de casa, temos que fazer a vitória, como fizemos. Vamos montar a estratégia, mas é um adversário muito forte", explicou o técnico gremista.

Pra evitar um novo tropeço, o preparador físico Rogério Dias deixou os atletas enfileirados nos treinamentos e fez diversas sequências de exercícios, reforçando a parte física. Após este treino, Roger Machado trabalhou mais forte com os atletas. O grupo foi novamente dividido entre aqueles que vêm atuando na titularidade e os demais. O objetivo foi testar a movimentação ofensiva e defensiva da equipe. Por vezes, o técnico parava as jogadas para orientar os jogadores.

Giuliano, que teve lesão muscular posterior na coxa esquerda, correu ao redor do gramado e Pedro Rocha, com desconforto muscular, ficou fora da atividade da última quinta-feira. Ambos não devem jogar neste sábado. Com isso, Roger Machado testou Yuri Mamute e Everton para suprir esses possíveis desfalques.

Lucas Ramon e Júnior também foram testados na parte final do trabalho. O lateral Júnior, um dos postulantes à vaga de Pedro Rocha, teve conversa de cerca de 10 minutos com o treinador. Roger Machado testou o lateral no meio de campo, aberto pela esquerda, justamente a função executada por Pedro Rocha no campo.

Em entrevista coletiva após o treino, o meia Douglas reforçou a importância do duelo contra o Palmeiras e projetou que, com a vitória, o Grêmio pode chegar ao G4. "O Palmeiras montou uma equipe muito forte, é um elenco competitivo. Qualquer um que entrar vai dificultar para a gente. Mas vamos tentar recuperar a ''batida'' das vitórias anteriores e sair com um bom resultado de campo", ressaltou o jogador. "Precisamos da vitória para obtermos uma afirmação, não só para o torcedor, mas para nós também", concluiu.

Tudo o que sabemos sobre:
futebolBrasileirãoGrêmio

Encontrou algum erro? Entre em contato

Comentários

Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.