Para Fabrício, derrota para o São Paulo não é anormal

O volante Fabrício minimizou a derrota por 2 a 0 para o São Paulo, no Morumbi. Para o jogador, o resultado adverso, fora de casa, não pode ser considerado anormal e ainda mantém o Cruzeiro na briga pelo título do Campeonato Brasileiro."A gente sabe que vir aqui e perder para o São Paulo não é nada anormal. Nosso time não fez por merecer, não criamos muitas oportunidades. Foi mérito do São Paulo. Agora, temos que levantar a cabeça, temos três jogos em casa e precisamos desses pontos", afirmou Fabrício, que pediu a ajuda do torcedor. "O campeonato está emocionante, está tudo em aberto ainda e com certeza o torcedor vai fazer a parte dele."O técnico Adilson Batista também reiterou que o Cruzeiro continua sonhando com o título. "Agora temos que procurar recuperar os pontos perdidos nos onze jogos que nos restam. O campeonato desse ano está equilibrado, acontecem alguns tropeços e nosso objetivo continua sendo o título, que está aberto para várias equipes", completou.Na próxima rodada, o Cruzeiro enfrenta o Sport, em casa. Para a partida, Adilson não poderá contar com o volante Marquinhos Paraná, suspenso pelo terceiro cartão amarelo. Ramires, com dores no tornozelo direito, e Wagner, com dores no joelho direito, são dúvidas. Em compensação, o lateral-esquerdo Carlinhos, que ficou de fora do jogo contra o São Paulo por causa de uma indisposição intestinal, volta a ficar à disposição do treinador.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.