Para Geninho, faltam duas pedreiras

Uma vitória difícil, mas suficiente para recolocar o Santos na luta direta por uma vaga nas semifinais do Campeonato Paulista. Assim o técnico Geninho definiu a vitória do Santos sobre a Inter, por 1 a 0, neste domingo, no Limeirão. "Acima de tudo nosso time teve garra e determinação para vencer. Mesmo na casa do adversário jogamos de igual para igual e, no momento certo, definimos o jogo com um belo gol do Robert", comentou Geninho, que optou pela escalação de Rodrigão no comando de ataque no lugar de Dodô. A justificativa é de que Rodrigão tem mais pegada, o que, segundo Geninho, será importante daqui para frente no Campeonato Paulista.Mas o técnico lembrou que a missão do Santos ainda é bastante complicada, porque fará dois jogos fora de casa. Sábado pega o São Caetano, no Grande ABC, depois encerra a fase classificatória contra o Mogi Mirim, em Mogi. "São duas pedreiras, porque o São Caetano ainda luta pela classificação, enquanto o Mogi Mirim está lutando contra o rebaixamento".Do lado da Inter, o técnico Luiz Carlos Ferreira lamentou a falta de tranqüilidade de seus jogadores, principalmente nos momentos de definir as jogadas no ataque. A derrota, a segunda seguida em casa, deixou o time numa situação complicada, com apenas 14 pontos, e lutando para fugir do rebaixamento.

O Estadão deixou de dar suporte ao Internet Explorer 9 ou anterior. Clique aqui e saiba mais.